Mais um livro do Andarilho

[CONHEÇA] Grandioso clipe de Grandphone Vancouver reúne diversas referências da música pop

15/08/2016

O vídeo já tem alguns anos, mas como praticamente ninguém a quem eu mostrei conhecia - tanto a música quanto o clipe - achei correto colocá-lo na sessão [CONHEÇA] para que os leitores interessados possam ir atrás dessa banda que, além de fazer boa música, é também criativa na hora de criar seus vídeos.

Grandphone Vancouver é um projeto do músico Fernando Ventura. Conheci o vídeo pelo qual o artista ganhou diversos prêmios numa aula de um curso de cinema. A lição que o professor queria passar era a de que o mais importante de tudo num projeto audiovisual é a ideia. Equipamentos são possível de serem comprados ou alugados e, com algumas aulas, é relativamente fácil aprender a operá-los. Mas de nada adianta a melhor câmera ou a lente mais incrível se você não tiver material bom para captar.

Para exemplificar, ele nos mostrou Miss Me, canção do Grandphone.



Realizando um grande plano sequência (uma tomada toda sem cortes) Ventura conseguiu criar um clipe divertido, interessante e original, além de homenagear diversos artistas da música pop. Aliás a homenagem não se limita aos artistas apenas, mas torna-se um tributo ao vídeo clipe em si. Afinal, foi por causa deles que tantas canções se eternizaram em nossas mentes.

O que seria de Thriller, do Michael Jackson, sem o bando de zumbis dançarinos acompanhando o cantor? É possível pensar em I Want to Break Free, do Queen, sem lembrar do Freddie Mercury vestido de mulher aspirando o pó de casa? É o que dizer da caixinha de leite do Blur que é quase tão famosa que a banda em si?

Pontos marcantes da história do vídeo musical também são referenciados. Beatles, praticamente os criadores do vídeo clipe também tem uma canção ilustrada em Miss Me. E o Dire Straits, banda dona do primeiro vídeo a ser exibido na MTV também.

É com esse sentimento de respeito e pensando nesses ícones (e em muitos outros) que Ventura decidiu criar seu vídeo para Miss Me.

O resultado não poderia ser outro que não o espetacular.

E deve ter sido um trabalho dificílimo, é preciso acrescentar. Para quem não conhece muito o funcionamento de uma gravação de filme, basta dizer que em um plano sequência se há algum erro qualquer (do figurante mal posicionado à uma lâmpada que apaga do nada) tudo é descartado. É preciso começar tudo do zero outra vez. Ou seja, o ensaio é essencial.

Apesar de penoso, o trabalho é recompensador. Basta ver o clipe e perceber o quão grandioso é o resultado.

Aos mais aficcionados por música, fica o convite à descobrir quais são todas as referências utilizadas. Só posso adiantar que são mais de 20. Você se sentirá compelido à assistir várias vezes o vídeo. Que ideia conseguiria atingir esse feito? Pouquíssimas, é claro. Então curta o som e aprecie a viagem em um dos clipes mais bacanas já feitos ;)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...