Mais um livro do Andarilho

[SHOW] Made in Brazil comemora 48 anos de estrada em show histórico

09/11/2015

Serguei, celebrando 82 anos, também é homenageado pelos convidados

Gozando do merecido posto de uma das mais importantes bandas de Rock do nosso país, o Made in Brazil completou ontem, no Centro Cultural Vergueiro em São Paulo, seu aniversário de 48 anos de estrada. A idade é sem dúvida um marco, mas de acordo com o próprio Osvaldo Vecchione, vocalista e fundador do grupo ao lado do irmão Celso Vecchione, o maior mérito da banda é outro. "Muitas bandas chegaram nessa idade, algumas até antes de nós", comenta o músico, "Mas o Made foi a única que nunca parou".

Made in Brazil, 48 anos de Estrada não é pra qualquer um



O fato de manter-se sempre em atividade por tanto tempo sem parar é, de fato, um feito heróico, considerando-se a dificuldade que é ser músico profissional num país que pouco investe em cultura e muito menos em Rock. O feito torna-se ainda mais orgulhoso quando relembramos os diversos percalços vividos pela banda nessa jornada, incluindo aí as quase inevitáveis trocas de integrantes e a morte de alguns deles, como a da vocalista e produtora Débora Vecchione em 2009 e, mais recentemente do icônico vocalista Percy Weiss, morto em abril deste ano num acidente de carro.

Weiss já não atuava oficialmente na banda, mas devido à histórica celebração, certamente estaria no palco junto aos amigos de longa data. Sua ausência não foi esquecida. Ao contrário, foi homenageado pelo grupo e pelos diversos convidados que vieram prestar sua homenagem à lendária banda. Serguei, ícone do Rock brasileiro foi também um dos convidados e homenageados da noite. Completando 82 anos de vida, dos quais 60 foram dedicados ao Rock, o músico mostrou que ainda é capaz de cantar e agitar o público.

Serguei celebrando 82 anos

Além de Serguei, que ganhou recentemente um documentário sobre sua trajetória, o evento contou com a ilustre presença de Paulão de Carvalho, das Velhas Virgens, músico que participou do último disco do grupo "Rock de Verdade", lançado em 2005 e regravou a poderosa canção do Made, Minha Vida é o Rock, com as Velhas. Paulão acompanhou a banda na empolgante Vou Te Virar de Ponta Cabeça e na histórica O Rock de São Paulo. Outro vocalista de carisma e energia ímpares e que emprestou a voz em algumas canções clássicas como Anjo da Guarda foi Simbas, conhecido por ter sido o frontman da banda Casa das Máquinas.

Marcello Pompeu da banda Korzus foi outro vocalista que levantou o público na apresentação. Outros nomes de peso que vieram participar do tributo à banda foram o baterista Rolando Castello Jr, líder da Patrulha no Espaço, Ivan Busic da Dr. Sin, Frank Paolillo da Tutti-Frutti, Clemente da Inocentes, dentre muitos outros.

Diversos artistas homenageiam a banda paulista

O prestígio vivido pelo Made in Brazil é notório e justificado. Apenas a idade já seria suficiente para reunir músicos tão poderosos. Entretanto, seus 48 anos ininterruptos de Rock trouxeram ao Brasil não apenas 17 álbuns como também uma infinidade de shows e parcerias, além de canções que inspiraram gerações e se tornaram verdadeiros marcos na história no Rock nacional como Paulicéia Desvairada, Jack o Estripador e Os Bons Tempos Voltaram. Seu último disco, um dos melhores da banda, traz além do excelente tema Rock de Verdade, outra canção que logo se tornou um hino entre os apreciadores da boa música, cada vez mais rara hoje em dia: Todo Dia Rola Um Blues.

Após uma apresentação dessas, com tão boa energia pulsando, e artistas de enorme talento no palco, reunidos por uma motivação única - o respeito ao Made - nossas mentes se enchem de vontade de acompanhar a banda por mais longos anos que brindam o Rock e nos fazem querer tornar real o refrão mais famoso do grupo: "A minha vida é o Rock and roll" ;)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...