Viaje neste blog

Vou chorar, então

17/12/2014

Uma pérola emocionante escondida em "A Hard Day's Night"

Acabei de perceber que minha última postagem sobre Beatles foi há nada menos que 10 meses atrás, sendo este, infelizmente, o maior intervalo entre textos da banda desde a criação do blog. Prometo compensar aos beatlemaníacos, como eu, que sentiram falta de alguma análise da banda. Reitero, porém, que não é por que não postei que não ouvi, afinal não consigo ficar mais que alguns dias sem ouvir ao menos uma canção do quarteto. Agora, inspirado por um show da excelente banda ZoomBeatles, resolvi falar de mais uma canção deles. É parte do disco "A Hard Day's Night", lançado em 1963. Segue a letra:




I'll Cry Instead
(Lennon/McCartney)

I've got every reason on Earth to be mad
'Cos I've just lost the only girl I had
If I could get my way
I'd get myself locked up today
But I can't, so I'll cry instead

I've got a chip on my shoulder
That's bigger than my feet
I can't talk to people that I meet
If I could see you now
I'd try to make you sad somehow
But I can't, so I'll cry instead

Don't wanna cry when there's people there
I get shy when they start to stare
I'm gonna hide myself away-ay-hay
But I'll come back again someday

And when I do you better hide all the girls
I'm gonna break their hearts all round the world
Yes, I'm gonna break 'em in two
And show you what your lovin' man can do
Until then I'll cry instead

Don't wanna cry when there's people there
I get shy when they start to stare
I'm gonna hide myself away-ay-hay
But I'll come back again someday

And when I do you better hide all the girls
'Cos I'm gonna break their hearts all round the world
Yes, I'm gonna break 'em in two
And show you what your lovin' man can do
Until then, I'll cry instead

Dê o play e comece a viagem:



Vamos à andança...

Não, os ZoomBeatles não tocaram I'll Cry Instead. O show dos caras continua impecável, mas essa canção não é do tipo que as bandas tocam ou que as pessoas, de modo geral, conhecem. À exceção dos beatlemaníacos, poucos já tiveram contato com o lado B do disco "A Hard Day's Night" que, diga-se de passagem, é muito melhor que o lado comercial. I'll Cry Instead é uma pérola rara, oculta, espremida entre duas outras grandes canções, Any Time at All e Things We Said Today. Sua duração ajuda à mantê-la quase despercebida. São apenas 1 minuto e 47 segundos, mas, posso garantir, serão o minuto e 47 mais proveitosos do seu dia, caso você preste atenção. Aqui há o que Beatles fez de melhor em seu início de carreira, fatores responsáveis pela explosão da beatlemania e pelo fenômeno que a banda se tornaria naquele início de anos 60. É uma canção rápida, de acordes ligeiros e viradas súbitas que nos fazem quase ter que correr para acompanhar John Lennon e sua letra, mais um ponto marcante na carreira do grupo. Assim como No Reply, I'll Be Back e I'll Be on My Way temos aqui John em sua versão Coração-Partido, transbordando uma tristeza quase palpável, dolorida, porém bonita. Numa análise mais abrangente, talvez a canção se assemelhe mais à Run For Your Life, por seu teor vingativo, já que ele diz em um dos melhores momentos da obra: "Se eu pudesse te ver agora, eu tentaria te fazer sentir-se mal de alguma forma. Mas não posso". A estrofe, como quase todas da canção, termina maravilhosamente com o título: "Até lá, eu vou chorar então". Em termos instrumentais há uma forte influência country, comum naqueles discos da primeira fase, como acontece com What Goes On e a incrível Act Naturally. Os acordes são ondulantes, rápidos e a cada corda soa com vida própria. O ritmo, alegre e sacolejante constrasta fortemente com a letra da canção, mais uma brincadeira que os Beatles dominavam com maestria: transformar um sentimento triste em uma música feliz, ao invés de simplesmente se afogarem em melodias depressivas, como muitas bandas gostam de fazer. A ponte é um dos pontos altos da música, quando John puxa o vocal para um tom mais agudo e diz, desolado: "Não quero chorar quando há pessoas por perto, eu fico com vergonha quando eles começam a olhar. Eu vou me esconder em algum lugar, mas vou voltar um dia". Aqui ele encaixa majestosamente a próxima estrofe: "Quando eu voltar é melhor esconder todas as garotas, pois eu vou quebrar seus corações ao redor do mundo. Sim, vou quebrá-los em dois. E te mostrar o que um homem apaixonado pode fazer. Mas até lá, eu vou chorar, então". Ouvir e não se emocionar com a voz de John Lennon é prova de que você pode descender das tribos Dothraki da série Game of Thrones. Como dito acima, I'll Cry Instead é uma pérola, rápida, vigorosa e deliciosa de ouvir. E assim como nosso cantor, choraremos com ele enquanto canta. Só que de alegria ;)

2 comentários:

Fabio CS disse...

muito legal e vocal sempre fantástico do John Lennon.

Felipe Andarilho disse...

O cara é bom demais! Obrigado pela visita!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...