Mais um livro do Andarilho

Uma imagem de Jesus

25/12/2013

Encontre o Amor em qualquer lugar

Chegou mais um Natal! Por incrível que pareça foi ainda mais rápido que o do ano passado. Acho que o tempo está passando com mais força de vontade a cada ano. Parece que algum deus gigante espacial está usando a Terra como bola de basquete, fazendo-a rodar em seu dedo indicador com grande velocidade. Nosso planeta está indo tão rápido que daqui a pouco teremos que comemorar o carnaval, a festa junina e o Natal na mesma semana. Sem falar no Ano novo caindo na véspera da Proclamação da Independência, o que nos fará economizar dinheiro com um feriado maior em vez de dois menores. Não vou me assustar quando o Dia do Trabalho for apenas alguns dias antes do Finados - o que faz todo sentido, diga-se de passagem - afinal trabalhamos tanto que não é surpresa morrermos tão rápido. Brincadeiras à parte, chegamos à mais um Natal musical e, como de costume, quero oferecer aos meus amigos leitores uma canção sobre um dos nossos heróis do Rock and Roll mais antigo e inspirador: Jesus Cristo. Essa canção é de Ben Harper, presente no disco "Diamonds on the Inside", lançado em 2003. Segue a letra:




Picture Of Jesus
(Harper)

It hangs above my altar
Like they hung him from a cross
I keep one in my wallet
For the times I feel lost
I feel lost
In a wooden frame with splinters
Where my family kneels to pray
And if you listen close
You'll hear the words he used to say

I've got a picture of Jesus
In his arms so many prayers rest
We've got a picture of Jesus
And with him we shall be forever blessed
Forever blessed
Forever blessed

Now it has been spoken
He would come again
But would we recognize
This king among men
There was a man in our time
His words shine bright like the sun
He tried to lift the masses
And was crucified by gun

He was a picture of Jesus
With him so many prayers rest
He is a picture of Jesus
In his arms so many prayers
So many prayers
So many prayers rest
With him we shall be forever blessed
Forever blessed
Forever blessed

Some days have no beginning
And some days have no end
Some roads are straight and narrow
And some roads only bend
So let us say a prayer
For every living thing
Walking towards a light
From the cross of a king
We long to be a picture of Jesus
Of Jesus
In his arms
In his arms so many prayers rest
I long to be a picture of Jesus
With him we shall be forever blessed
With him we shall
With him we shall be forever blessed
Oh- Oh- I long
I've got a picture of Jesus
Mmhh

Dê o play e comece a viagem:



Vamos à andança...

Eis aqui uma das figuras mais lendárias e geniais da música. Se dizem que Robert Johnson é o pai do blues - e, consequentemente, pai do Rock and Roll - Jesus Cristo consegue ser ainda mais incrível. Afinal, Ele é pai do Robert Johnson. E não é só isso. Ele praticamente criou a música em si. Ele também é pai do B.B. King, do U2, dos Beatles e de todos que tocaram no Lynyrd Skynyrd, no Deep Purple e no Made in Brazil - o que já resulta em quase toda população mundial. E esse número se torna realmente incontável se somarmos todos os Seus filhos espalhados por aí. Se alguns acharam ousadia da parte de John Lennon dizer que os Beatles eram mais famosos que Ele, eu creio que Sua sagrada reação foi apenas olhar pra baixo com um sorriso de orgulho nos lábios, afinal era Seu próprio filho quem dizia aquilo. Quem não se orgulharia de ter um filho Beatle? Se pode ter soado rebeldia sem causa quando o Ugly Kid Joe compôs Jesus Rode a Harley, acredito eu que Ele tenha até gostado. Afinal, foram Seus filhos que inventaram a Harley Davidson e que pai nesse mundo não gostaria de um brinquedinho desses? Você pode não acreditar, mas também é filho Dele. Talvez você o conheça por outro nome ou quem sabe por nome nenhum. Talvez você apenas O sinta e isso já é mais que suficiente. Talvez você O entenda por vários nomes. Há vários Deuses por aí, alguns Deles são figuras épicas imponentes. Outros são de carne e osso, como eu e você. Muitos Deles vivem vidas normais, disfarçando Sua divindade num gesto de imensa retidão e respeito. Eles espalham o bem e o amor por onde vão. Às vezes se esquecem e se cansam - não é fácil ser um Deus - mas sempre continuam no caminho da luz. Você conhece muitos Deles. Aquele que conhece melhor é o que está dentro de você. À todos esses você pode chamar de Deus, ou de Jesus, ou de Alá, ou de Buda. Ou de Paulo, ou de Osni, ou de Fernando. Todos os nomes estão corretos, pois Ele está em todo lugar e atende por todos os nomes. O Natal chegou, mas muitos estudiosos dizem que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro. Estão certos. Jesus nasceu todos os dias. Deus nasce com cada pessoa e nunca mais à abandona. Ele está em cada alma, e estas são eternas. Historiadores dizem que a tradicional festa de dezembro já era comemorada muito antes do nascimento de Jesus e simbolizava o nascimento do Deus Sol - não por acaso no exato dia do Solstício de Inverno. Não poderiam estar mais certos. Desde os primordios, nossos ancestrais comemoravam a vinda de Deus. Chamavam-no de Sol. Hoje, alguns de nós o chamam de Jesus. Para ficar mais fácil podemos substituir o nome Dele por "Amor". Fica mais fácil de associar à tudo, em qualquer crença ou fora dela. "Creio no Amor todo Poderoso, criador do céu e da Terra, e no Amor, seu único filho nosso Senhor". "O Amor andava de Harley". "Nós somos mais famosos que o Amor". "O Amor foi o Pai de Todos e seu filho, Amor, é o protetor da humanidade". "Imploro por vós, e por Amor, a pedra celeste angular, miraculosa, maravilhosa", como diria Jorge Ben. A substituição faz todo sentido. Evita se perder nos nomes e datas. Então, para celebrar o nascimento do Amor, temos aqui uma canção de Ben Harper, chamada Picture of Jesus, que para não sair da brincadeira, podemos traduzir como "Uma imagem do Amor". Nessa obra, totalmente à capela - ou seja, sem nenhum instrumento que não seja a voz - o músico californiano faz um retrato singelo e emocionante da força que tira da imagem de Deus que carrega em seu altar e em sua carteira. Com um grupo incrível de backing vocals fazendo o ritmo da obra, Harper declama com sua voz suave: "Tenho uma imagem de Jesus. Em seus braços muitos fiéis descansam. Temos uma foto de Jesus e com ela estaremos eternamente abençoados". Enquanto somos embalados pelo ritmo bonito e tranquilo, o cantor conclui com um belo desfecho qual preciosa poesia: "Alguns dias não tem começo. Alguns dias não tem fim. Algumas estradas são retas e estreitas, outras cheias de curvas. Então vamos fazer uma oração para cada ser vivo que caminha em direção à luz. Da cruz de um rei, nós ansiamos por sermos uma imagem de Jesus". Ou, para não perder o costume: ansiamos por ser uma imagem do Amor. Com essas vozes que suavemente recitam trechos da peça seja em inglês, seja em outra língua, logo sentimo-nos de fato abenaçoados com a magia e fé dessa canção. O Amor está ali também, em cada verso e em cada ouvinte ;)

Feliz Natal à todos, com muito amor no coração e nos ouvidos ;)


Todos eles atendem pelo nome "Amor".

3 comentários:

Sarah Oliveira disse...

Tenho um ritual de leitura no seu blog. Sempre sou o play antes de começar a ler o texto.
Hoje, especialmente, foi o que guiou minha leitura e me fez sentir uma alegria inenarrável.
Seja pelas vozes que acariciam os ouvidos, ou apenas por perceber que ainda existem pessoas que tem uma visão tão bonita do "amor" como você.

Obrigada por me lembrar nesse dia, que somos filhos e filhas de um mesmo amor. de um mesmo Deus. De um mesmo homem. Se metade das pessoas que conheci na vida tivessem essa unicidade no pensamento, o mundo inteiro estaria vivendo esse dia tão especial em harmonia e alegria.

Feliz Natal Felipe.
Que o amor sempre esteja contigo e sua família.
Obrigada.

Lucas Montenegro disse...

Felipe, o teu blog é um dos poucos que eu realmente paro o que estiver fazer para ler (e ouvir).

A sua sensibilidade para interpretar as músicas é sem igual, e mais um vez você prova isso com essa linda análise e praticamente uma homenagem à essa bela música que eu não conhecia, e mais importante à mensagem que ela passa.

É difícil encontrar alguém que tenha uma visão tão isenta das vaidades e dos ruídos mundanos sobre o Amor e seus diversos nomes, suas diversas formas de se manifestar. Fico feliz de saber que há alguém assim.
Que esse Amor que nos habita e no qual habitamos continue nos salvando diariamente e dando sentido à nossa existência fazendo com que possamos chamá-la de Vida, que não percamos sua luz mesmo nas noites mais escuras e que sejamos para sempre gratos pela glória de uma simples respiração, pois isso significa que estamos vivos e essa benção nos abre as portas para todas as outras.

Um abraço cara, feliz natal, e obrigado ao Ben e a você por esse presente!

Felipe Andarilho disse...

Sarah e Lucas. Se vocês gostaram de ler meu texto, vocês não imaginam como eu gosto de ler comentários como o de voces. Fico imensamente feliz que tenho leitores que sabem como apreciar um texto não só lendo-o em si, mas ouvindo e sentindo a música, além de perceber nas entrelinhas o que eu quis dizer. É por voces, meus irmaos que sabem o que é o Amor, que eu continuo escrevendo. Um Feliz Natal especial cheio de momentos incríveis e um 2014 ainda mais cheio de viagens e percepções da presença de Deus ;)
Grande agraço!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...