Mais um livro do Andarilho

O Poder

10/04/2013

Um "Dia de Merda" X um "Grande Dia"

Tem dias na vida em que nem tudo dá certo. Ok, peguei leve. Tem dias na vida em que tudo dá errado. Mas não é aquele errado que você consegue contornar com uma gambiarra ou uma cervejinha qualquer. Nesses famosos "Dias de Merda" tudo conspira para uma sucessão de cagadas que você sente que se chegar no trabalho com os dois braços, já vai ter sido um tremendo golpe de sorte. Apesar de terríveis, esses momentos são ótimos pra você trabalhar sua mente. Para ilustrar a teoria, uma canção do Warrant - banda estreante aqui no blog - lançada em 1990, no disco "Cherry Pie". Segue a letra:




The Power
(Lane)

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power)

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power)

(Right)
The band is seeing and I
Do believe that I
Can go all the way (tonight)

'Cause I can feel that I can
Show the world that I am
Really here to stay

I'm young and invincible
Time has come to spread my wings and fly
Up to the sky

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power)

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power)

It's in his dreams and
Reality will try to
Steal your mom away (exchange)

'Cause he'll be fine
Just like a star
Tonight I'll shine

I'm young and invincible
Time has come to spread my wings and fly
Up to the sky

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power)

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power)

Get that girl

Spread my wings and fly
Up to the sky

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power))

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power)

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power)

Hey yo (hey yo)
I'm ready (huh)
I know I got the power (power) tonight

Vamos à andança...

Todo mundo já teve um dia em que a sensação é de que você não devia ter saído da cama. Sabe aquele dia em que você tem vontade de entrar num auditório cheio de pessoas interessantes, subir no palco, pegar o microfone e mandar todo mundo pra casa do caralho? Tenho certeza que você sabe do que eu estou falando. Isso costuma acontecer raramente, mas quando acontece é pra compensar todo atraso. Normalmente quando você vive muitos dias repetitivos em sequencia, de repente cai aquele dia estragado. O dia em que todo mundo resolveu fazer piadas com a sua pessoa. Você costuma ser tão tranquilo, mas justamente hoje as piadas estão mais afiadas e seu pavio mais curto. Até quem dá um bom dia sincero e sorridente só colabora com a bomba relógio que está prestes a explodir dentro de você. E você sente que se essa bomba explodir, Michael Douglas em "Um Dia de Fúria" vai parecer um garotinho bravo porque ficou sem o pirulito. Quando esse dia resolve aparecer, você geralmente estufa o peito, olha pro céu e diz: "Que porra está acontecendo? Quem está no controle disso tudo?" Se você já passou por isso, aqui vai uma bomba - ainda maior do que a que pode explodir dentro da sua mente: você é quem está no controle. O poder sobre o dia é seu. É como um controle remoto, mas ele fica dentro de você - no bom sentido, é claro. Há vários botões para o "Dia de Merda", mas há pelo menos um para um "Grande Dia". É você quem decide como vai ser o dia. Coisas boas e ruins acontecem à todos, isso é fato. Obviamente nesses famosos "Dias de Merda" a sensação é de que as coisas ruins resolveram fazer fila dupla na sua vida, enquanto a sorte e a bem-aventurança tiraram umas férias lá na Zâmbia. Mas te digo com tranquilidade que essa sensação é ilusória. Digamos que você está apenas atento às coisas "erradas", e deixando de prestar atenção nas boas. Se você simplesmente mudar seu ponto de vista, você será capaz de transformar um "Dia de Merda" num "Grande Dia". Dan Millman, o Mestre Guerreiro Pacífico, costuma dizer que nós não temos controle sobre o que nos acontece, mas temos o controle sobre a forma como respondemos à isso. Certa vez eu estava indo pro trabalho e, quando cheguei no ponto de ônibus, ele havia acabado de sair. Até aí tudo bem, tudo normal - acontece com todo mundo, praticamente todo dia. Mas o problema é que era meu primeiro dia de trabalho e o recinto ficava localizado em outra cidade, com um ônibus a cada 40 minutos mais ou menos. Para piorar começou a chover e eu não tinha guarda-chuva (óbvio). Na hora senti aquele leve desespero - uma vontade de voltar pra casa e ficar deitado na cama com o cobertor me protegendo do mundo cruel lá fora. Mas essa sensação foi breve. Logo em seguida, olhando a situação mais de longe, não pude deixar de achar graça. Me peguei rindo sozinho no meio da rua. Quando finalmente consegui chegar no trabalho, descobri que a integração entre os novos funcionários só iria acontecer dali a meia hora. Ou seja, apesar do enorme atraso, cheguei antes de hora. Acho que não valeria a pena ter ficado bravo, esmurrado a parede ou xingado quem sentasse do meu lado. Desde então, sempre que um "Dia de Merda" ameaça aparecer, eu logo dou às boas vindas à ele, convido-o para um café e mostro como ele pode ser divertido. Isso parece transformá-lo num "Grande Dia", afinal mesmo que o momento seja aparentemente ruim, ele ainda é um momento único e especial. É por isso que acredito que o controle é seu. É como o Warrant diz nessa obra. O Vocalista Jani Lane diz enérgico: "Hey oh! Estou pronto! Eu sei que tenho o poder!" É claro que a bateria monstruosa de Steven Sweet ajuda a suplantar qualquer dificuldade, bem como os backing vocals fortes ao fundo. Eles continuam no ritmo poderoso com suas sábias palavras: "Eu sinto que posso mostrar ao mundo que estou aqui pra ficar! Pois sou jovem e invencível. É hora de abrir minhas asas e subir aos céus!" A guitarra ao fundo vai mantendo o ritmo incrível, enquanto cada paulada na bateria libera pontos de vida e de mana extra. Ouça Warrant. Quando o "Dia de Merda" vier, olhe bem pra ele, respire fundo, coloque uma sonzeira no fone de ouvido e diga: "Estou aqui pra ficar, meu caro. Eu tenho o poder". Com isso em mente, você está pronto para responder da melhor forma; pronto pra dar risada dos problemas e pronto pra reconhecer aquele como mais um "Grande Dia" ;)

Nunca ouviu?

O poder está aqui. Escute:

5 comentários:

Fabio CS disse...

Verdade verdadeira. Parabéns pela crônica real desses acontecidos que fazem parte de nossas vidas. Um abraço.

Alan Borges disse...

Poooooorra mestre!!!!
Sonzeira máxima!!

Parabéns pela resenha!!!



Alan Borges

Anônimo disse...

Como disse Guimarães Rosa;"A vida é assim, um dia esquenta ,outro esfria...mas o que ela quer mesmo da gente ,é coragem..."CORAGEM que vc tão bem descreveu em seu post.Dia de cão é para nos dar teimosia, rsss.

Andarilho disse...

Muito bom comentário!! Guimarães Rosa é mestre e coragem é o que nos faz vencer cada dia.
Valeu Alan e Fabio pelos comentários, que bom que curtiram mais esse rock and roll do bom!

Renato Perazza disse...

Como diria Buddy Guy, há dias em que olhamos para o céu e perguntamos: "Where is the next one coming from???"

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...