Leia também!

Cedros do Líbano

05/01/2013

Quando você para e se pergunta: foi pra isso que chegamos até aqui?

U2 é uma banda de se admirar. Mesmo que você não seja fã da sonoridade do grupo, é de se tirar o chapéu para a banda por alguns fatores. O primeiro deles é o fato de nunca terem mudado de formação - detalhe que apenas algumas poucas bandas na história conseguiram, dentre elas, bandas do calibre de Beatles e Led Zeppelin. O segundo é o fato do grupo estar sempre em atividade - seja com novos discos, seja com novas turnês incríveis como a 360º por exemplo. E mais um motivo é que a banda nunca perde sua pose questionadora e crítica de pontos que merecem a atenção da mídia e da população. É o caso da canção de hoje, presente no disco "No Line on the Horizon", último lançado pela banda, em 2011. Segue a letra:




Cedars Of Lebanon
(Edge/Clayton/Mullen/Hweson)

Yesterday I spent asleep, woke up in my clothes in a dirty heap
Spent the night trying to make a deadline
Squeezing complicated lives into a simple headline
I have your face in an old polaroid
Tidying the children's clothes and toys
You're smiling back at me, I took the photo from the fridge
Can't remember what then we did

I haven't been with a woman it feels, like, for years
Thought of you the whole time, your salty tears
This shitty world sometimes produces a rose
The scent of it lingers but then it just goes

Return the call to home

The worst of us are a long, drawn out confession
The best of us are geniuses of compression
You say you're not gonna leave the truth alone
I'm here 'cause I don't wanna go home

Child drinking dirty water from the riverbank
Soldier brings oranges, he got out from a tank
Waiting on the waiter, he's taking a while to come
Watching the sun go down in Lebanon

Return the call to home

Now I got a head like a lit cigarette
Unholy clouds reflecting a minaret
You're so high above me, higher than everyone
Where are you in the Cedars of Lebanon?

Choose your enemies carefully 'cause they will define you
Make them interesting, 'cause in some ways they will mind you
They're not there in the beginning but when your story ends
Gonna last with you longer than your friends

Vamos à andança...

Além de todos esses fatores que me fazem ser um fã de U2, não importa quanto tempo passe, outro motivo é a forte viagem sonora que eles causam. Não importa se a canção é rápida como Desire ou Lenta como The First Time. Você ouve e se sente tragado para um mundo mais suave, mais emocionante. Sem dúvida quem colabora muito com isso é The Edge com seus riffs simples, porém dedilhados com tranquilidade que servem de prato principal pra um fundo hipnotizante num ambiente cósmico que Adam Clayton e Larry Mullen constroem com mágica. Edge também trabalha no pano de fundo da peça com efeitos sonoros que só ele consegue fazer. Em Cedars of Lebanon os acordes são tocados em contraste com um fundo enigmático, delicado e muito envolvente. Bono Vox canta de forma séria, sem variar muito o tom de voz. Ele prefere fazer uma narração, quase que numa dissertação sobre a situação desse narrador. O personagem está longe de casa, certamente com saudade do lar. Talvez questionando os caminhos que o levaram até ali, mas determinado a continuar em sua missão. Cada verso recebe um toque sutil de eco, que o torna ainda mais instigante e tenso. Conforme a canção avança, a instrumentação sobe em volume e presença, tornando a viagem mais confortável e coesa. Passamos então a entender o personagem. Pode ser um mensageiro que precisa chegar ao destino de sua correspondência, custe o que custar - até mesmo sua própria vida, se for o caso. Pode ser um jornalista cobrindo uma guerra moderna e sem sentido - como qualquer guerra, na verdade. Interessante no final quando ele diz: "Escolha seus inimigos com cuidado, pois eles irão te definir. Eles irão estar com você mais tempo do que seus amigos". Esse verso nos faz pensar em quem realmente são nossos inimigos. Se você refletir um pouco sobre a questão pode chegar a conclusão de que não está contra ninguém. Na verdade você pode, muito facilmente, amar a todos. Em certo ponto Bono questiona: "Você está tão acima de qualquer um. Por quê você está nos Cedros do Líbano?" A menção à árvore tão presente na Bíblia nos faz pensar sobre os conflitos atuais que se desenrolam no Oriente Médio. Porém, enquanto no livro sagrado, a árvore é considerada um dos tesouros da terra, na letra ela só nos serve de alusão ao que poderia ser perfeito, mas não é, graças à teimosia humana - uma das maiores qualidades da nossa raça. Após a tensão um momento de tensão aparece nos refrões, uma única epígrafe que diz: "Retorne a ligação pra casa". O conselho serve para o personagem solitário. Se há algo maior que o prende à essa missão, o refrão pede ao menos que ele não se esqueça dos que o amam. Se todas pessoas interessadas em guerra seguissem o conselho desse belo refrão, talvez a palavra "guerra" se referisse somente à uma ameaça distante, presente apenas em livros de ficção, mas desconhecidas do público em geral. Quem sabe um dia, meditando e ouvindo muitas canções como essa não cheguemos a tal ponto? ;)

"O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o Cedro no Líbano"
(Salmos 92:12)


Nunca ouviu?

Adentre as florestas sagradas. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...