Viaje neste blog

Publicidade

[LANÇAMENTO] Jack Johnson Live at Kokua Festival

21/09/2012

Atitudes divinas externadas pela música

Quando eu confio em alguém, eu confio cegamente. No caso da música, "surdamente" talvez seja um termo mais propício. Peguemos o caso de Jack Johnson, por exemplo. Quando esse cara lança algum disco eu faço questão de comprar sem ouvir música alguma antes. Nunca me arrependo. A confiança me garante que serei surpreendido positivamente e, até o momento, o surfista não me decepcionou. Adquiri recentemente o disco "Best of Kokua Festival", um compilado recém-lançado que contém os melhores momentos do Festival de Kokua, evento organizado por Johnson e sua esposa anualmente no Hawaii e que conta com grandes nomes da música em seus anais. Para ilustrar o texto, uma música contida no disco, capaz de trazer lágrimas sinceras aos olhos. Segue a letra:




High Tide Or Low Tide
(Marley)

Yes In high seas or-a low seas,
I'm gonna be your friend
You know that I'm gonna be your friend.

And is a In-a high tide or-a low tide,
I'll be by your side;
You know that I'll be by your side.

I heard her praying - praying - praying
I said, I heard my mother;
She was praying (praying - praying - praying)
in the night

And the words that she said
(the words that she said),
They still-a lingers in my head (lingers in my head).

She said: A child is born into this world,
He needs protection.
God, guide and protect us.

When we're wrong, please correct us
When we're wrong, correct us,

And stand by me, in these

High seas or-a low seas,
I'm gonna be your friend
You know that I'm gonna be your friend.

And is a In-a high tide or-a low tide,
I'll be by your side;
You know that I'll be by your side.

I said, I heard my mother;
She was cryin'
I heard her cryin', cryin', cryin'
in the night

And the tears that she shed
(the tears that she shed),
They still-a lingers in my head (lingers in my head).

She said: A child is born into this world,
He needs protection.
God, guide and protect us.

When we're wrong, please correct us
When we're wrong, correct us

And stand by me, in these

High seas or-a low seas,
I'm gonna be your friend
You know that I'm gonna be your friend.

And is a In-a high tide or-a low tide,
I'll be by your side;
You know that I'll be by your side.

Vamos à andança...

Fico feliz quando alguém descobre e desenvolve seu Dom. Mas fico ainda mais feliz quando alguém decide usar seu Dom para o mundo. Servir seu mundo e as pessoas com o que você tem de mais sagrado é uma forma nobre de viver. Só grandes Mestres Iluminados fazem deste sistema seu estilo de vida. Jack Johnson descobriu seu dom musical quando quebrou a perna numa manobra engenhosa do universo. A vida ao lado do violão o conduziu a lugares ainda mais incríveis do que a prancha poderia prover. Logo o surfista percebeu que seu Dom deveria ser utilizado em prol de Algo Maior. Servir aos menos afortunados trouxe ao cantor sua realização suprema nesse mundo transitório. Ao lado da esposa, ambos criaram a Kokua Foundation, uma ONG que busca ajudar crianças e escolas carentes do Havaí. Para impulsionar as ações sociais do grupo, o casal logo criou o Kokua Festival em 2004, um evento destinado a arrecadar fundos e transmitir 100% deles à fundação. Talvez um dos segredos da luz sobre Jack Johnson seja a quantidade de bons amigos que ele tem. E grande parte desses amigos fez parte do Line-Up de todos os eventos, desde 2004 até hoje. O disco "Best of Kokua Festival" traz os melhores momentos dessas ocasiões tão especiais. Johnson apresenta seus amigos em cada faixa. Alguns deles são companheiros de velhas baladas, como G. Love que canta com Jack a excelente canção Mudfootball, além de Paula Fuga, numa bela apresentação de Better Togheter. Outras figuras novas são tão bem-vindas como inesperadas, como o grande músico Eddie Vedder (Pearl Jam) que solta a voz em Constelations e no encerramento emocionante do disco em I Shall Be Released. Dave Matthews, Ziggy Marley e muitos outros músicos também subiram ao palco em alguns momentos únicos. Outro figurão que trouxe sua voz marcante pro evento ao som de muitos aplausos é Willie Nelson, lendário músico country que, no auge de seus 79 anos, canta sua épica canção Blue Eyes Crying in The Rain ao lado de Jack. O resultado, facilmente previsível, é de expelir lágrimas dos olhos como se você fosse um bebê.


Mas antes que você possa libertar toda sua criança interior, a faixa anterior se encarrega disso pra você. Nela, Ben Harper, outro músico que dispensa apresentações divide o palco com Jack Johnson numa versão de High Tide or Low Tide, música composta por Bob Marley. Na gravação, a dupla constrói um dueto maravilhoso. Jack se encarrega dos vocais principais e do violão enquanto Harper cuida dos backings vocals com uma voz aguda e suave munido da Slide Guitar que tanto gosta e sabe tocar (como mostrou em Flake). A poesia, ritmada por um balanço suave e triste, traz uma letra profunda e muito reflexiva. Coisa de Bob Marley, é claro. Observe se não merece tatuar no peito: "Em alto mar ou raso mar, eu serei seu amigo. Você sabe que eu serei seu amigo. Em maré alta ou maré baixa eu estarei ao seu lado. Você sabe que eu estarei ao seu lado". Logo a dupla avança para a estrofe que diz: "Eu ouvi ela rezando, rezando, rezando. Eu ouvi minha mãe rezando a noite. As palavras que ela disse ainda ecoam na minha cabeça. Ela disse: 'uma criança nasceu no mundo e precisa de proteção. Deus, nos guie e proteja. Quando estivermos errados, por favor nos corrija". Um detalhe é que nesse pedaço Ben Harper atravessa com a frase "I said I Heard My Mother". Não só a música, ele atravessa também seu coração. Bonito demais de ouvir. A oração da mãe pela proteção de uma criança não só é uma das coisas mais belas do disco, mas também casa com todo o contexto do Festival, afinal todos os artistas ali reunidos fazem o que fazem pelas crianças havaianas numa esperança de que elas se tornem adultos capazes de espalhar amor pelo mundo. Todos se esforçam, oferecem seu suor e sua música pelo amor. Nada além de amor. É uma tarefa difícil, mas eles acreditam. Eles têm fé em Deus. Justamente como a mãe da poesia de Marley. Ainda mais bonito fica quando eles cantam: "Quando estivermos errados por favor nos corrija e fique comigo nesses mares altos ou mares baixos" colando assim a estrofe no refrão. Sendo sincero eu não conhecia essa música e logo nas primeiras vezes em que a ouvi, meus olhos ficaram marejados. Ainda me emociono sempre que escuto. Ao ouvir, prepare-se para um momento forte de emoção, um daqueles arrepios que percorrem os pêlos do corpo e te dão a certeza de que você está diante de algo Divino, feito com o mais Puro Amor. Mesmo sem saber qual o futuro das crianças, mesmo sem saber se você sequer estará vivo amanhã, mesmo ciente de que você não tem controle nenhum sobre a vida, você se entrega feliz como nunca ao Deus Eterno. É Nele que você confia e ao seu lado você sabe que Ele estará, seja em alto mar ou raso mar. Seja em maré alta ou maré baixa. Essa é a única certeza ao ouvir essa canção ;)


Clique na imagem para comprar o disco na Livraria Cultura. O preço não é dos mais atrativos, mas você também estará ajundando a Fundação Kokua, pois as vendas do álbum são revertidas para a causa. Mandou bem, Jack!

Nunca ouviu?

Em maré alta ou maré baixa, vale a pena. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...