Leia também!

Sonhe!

12/05/2012

A obra-prima do Aerosmith

Já ouvi alguns Mestres da Vida ensinarem: "Não é você que escolhe um livro. O livro escolhe você". Pois bem, o último livro do Rock que me escolheu foi a autobiografia do Steven Tyler, presente da minha tia. Assim que o finalizar, farei um texto especial sobre a obra, mas por hora escolhi uma canção maravilhosa do Aerosmith para celebrar a ótima leitura. Quem diria? Tyler escreve muito bem e fiquei bastante feliz com seu apreço por essa canção, o primeiro grande sucesso do grupo americano, presente em seu primeiro disco, homônimo, de 1973. Segue a letra:




Dream on
(Tyler)

Every time that I look in the mirror
All these lines on my face getting clearer.
The past is gone,
It went by like dusk to dawn.
Isn't that the way
Everybody's got their dues in life to pay

Yeah, I know nobody knows
Where it comes and where it goes.
I know it's everybody's sin
You got to lose to know how to win

Half my life's in books' written pages.
Live and learn from fools and from sages.
You know it's true,
All the things you do come back to you

Sing with me, sing for the years,
Sing for the laughter and sing for the tears,
Sing with me, if it's just for today,
Maybe tomorrow the good Lord will take you away.

Well, sing with me, sing for the years,
Sing for the laughter and sing for the tears,
Sing with me, if it's just for today,
Maybe tomorrow the good Lord will take you away.

Dream on, dream on, dream on,
Dream until your dream comes true
Dream on, dream on, dream on,
And dream until your dream comes true.

Dream on! Dream on! Dream on!
Dream on! Dream on! Dream on! Dream on!

Sing with me, sing for the years,
Sing for the laughter and sing for the tears,
Sing with me, if it's just for today,
Maybe tomorrow the good Lord will take you away.

Sing with me, sing for the years,
Sing for the laughter and sing for the tears,
Sing with me, if it's just for today,
Maybe tomorrow the good Lord will take you away.

Vamos à andança...

Qualquer um que, assim como eu, não é grande conhecedor do Aerosmith, certamente sabe quase de cor Dream On. Isso por quê estamos falando de uma daquelas obras-primas da música que tocam em muitas ocasiões. Assim como One do U2, Simple Man do Lynyrd Skynyrd e In My Life dos Beatles, essa é uma canção que caiu nas rádios e na boca do público, tornando-se altamente popular, mas sua qualidade como composição impede que se torne cansativa, como a maioria dos Numer One Hits. E da mesma forma que as três canções citadas, essa também é uma lição e reflexão sobre a vida. Daquelas que você escolhe para refletir num momento ou para tocar no seu Bodas de Ouro, por exemplo. Serve também para gravar no seu túmulo, caso você seja grande fã da banda, e como discípulo de Steven Tyler e companhia, tenha vivido até os limites da emoção e até que seus sonhos tenham se tornado reais. Esse é o mote de Dream On. A canção é lenta e inicia com um piano bastante comovente. Acompanhando o tom misterioso da canção, Tyler começa a declamar em um tom de voz que curiosamente não é o que adotaria nos próximos discos: "Toda vez que olho no espelho, as linhas no meu rosto ficam mais claras. O passado se foi. Foi-se como o pôr-do-sol. Não é assim? Todos temos algumas dívidas a pagar na vida". O tom reflexivo continua, acompanhado apenas pelo piano e pela guitarra numa harmonia precisa. Tyler prossegue, agora mais acelerado: "Sim, todos sabemos onde começa e onde termina. Eu sei, é um pecado, você tem que perder pra aprender a vencer". A poesia é bonita, afinal é uma obra-prima. Continua assim: "Metade da minha vida está escrita nos livros. Lições aprendidas com tolos e sábios. Você sabe que é verdade. Tudo que você faz retorna para você". Agora temos uma virada poderosa, com Tyler acelerando mais ainda os vocais para explodir no refrão: a lição do dia que servirá para toda a vida: "Cante comigo, cante pelos anos, cante pela risada e pelas lágrimas. Cante comigo, apenas hoje. Talvez amanhã o bom Deus te leve embora". Há ainda mais a frente um solo brilhante de Joe Perry, uma instrumentação belíssima e mais repetições do lema: "Dream On!". É isso. Sonhe, sonho e sonhe. Mas, jamais se esqueça: sonhe até que eles virem realidade. Lembre de Jack Jonhosn: "Não deixe seus sonhos serem apenas sonhos". Há alguns ensinamentos básicos, porém profundos. A vida é curta. Todas as coisas mudam. Nada permanece o mesmo - até a vida e morte. Então cante! Seja feliz. Sonhe e viva seus sonhos. Que os gritos agudos de Steven Tyler ecoem na sua mente eternamente para que você não se esqueça: Dream on! ;)

Nunca ouviu?

Aqui está um conselho de tolo e de sábio. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...