Leia também!

[SHOW] Então vem a manhã

23/05/2012

Show do Smash Mouth em São Paulo dia 20/05/2012

Um show do Smash Mouth caiu de pára-quedas no meu colo. Meu primo foi comprar seu ingresso para o show do B.B. King no Via Funchal há algumas semanas quando descobriu que a banda californiana faria um show domingo, dia 20. Sem hesitar eu e meu irmão - outro grande fã do Smash Mouth - compramos o ingresso para o que prometia ser uma viagem nostálgica aos anos 90 quando éramos moleques que jogavam bola e video-game ao som de All Star. Para viajar nesse show vamos ao som de uma das primeiras canções de sucesso da banda. Segue a letra:




Then The Morning Comes
(Barry/Camp)

Good morning

Paint the town
Take a bow
Thank everybody
You're gonna do it again

You are the few, the proud
You are the antibody
Mind soul, and zen

And the world's a stage (And the world's a faze)
And the end is near

So push rewind
Just in time
Thank anybody
You're gonna do it again

The way that you walk
It's just the way that you talk
Like it ain't no thing
And every single day is just a fling
Then the morning comes

Take your knocks
Shake them off
Duck everybody
You're gonna take them again

You are your foe
Your friend
You are the paparazzi
You are the tragedian

And the world's a craze (And the world's a faze)
And the end is near

So push rewind
Just in time
Thank anybody
You're gonna do it again

The way the you walk
It's just the way that you talk
Like it ain't no thing
And every single day is just a fling

And when it comes it moves so slow
Kinda like it's saying I told you so
Looking back before she goes
Tomorrow's gonna hurt

And the world's a stage (And the world's a faze)
And the end is near

So push rewind
Just in time
Thank anybody
It's just the way that you walk

It's just the way that you talk
Like it ain't no thing
And every single day is just a fling
Then the morning comes

Vamos à andança...

Um amigo meu uma vez disse que não aprecia o som do Smash Mouth por ser "alegre" demais. Tentei argumentar - sem sucesso - dizendo pra ele que essa é justamente a graça da banda que faz a trilha sonora do Shrek. Nunca me canso de falar: Smash Mouth é para momentos felizes. Sempre que vejo algum amigo triste, indico que ouça Smash Mouth. Ao menos pra mim sempre funciona. Parafraseando o Made in Brazil, "não consigo ficar triste, esse som levanta o astral". E num show dos Smash não poderia ser diferente. A casa estava vazia, é fato. Ponto falho (mais uma vez) na organização do evento e do próprio Via Funchal. Já perdi a conta de quantos shows vazios eu fui lá. Eu não deveria reclamar, pois assisto meus artistas tão caros mais de perto e sem muvuca. Mas não consigo deixar de desejar que o máximo de público estivesse presente os prestigiando. Eles merecem. Enfim, mesmo com o pouco público, a Boca Esmagadora fez um show alegre, empolgante e altamente dançante. Impossível ficar parado e sem sorrir com canções como Walking on the Sun, Can't Get Enough of You Baby, além da já citada All Star que, ao lado de I'm A Believer são as canções tema dos filmes do Shrek. Em All Star, entretanto, mais uma surpresa. A banda brasileira Charlie Brown Jr. subiu ao palco para fazer uma jam junto aos americanos. Chorão fez um rap excelente no meio da canção e também mandou outras clássicas da banda de Santos. Apesar de bacana a ideia, a atuação do Charlie Brown acabou minando o show da banda principal. Não sei ao certo os motivos, mas o Smash Mouth praticamente abandonou o palco aos cuidados do grupo brasileiro. Não voltou pra se despedir, nem agradecer e muito menos tocar alguma canção que podia ter encerrado o show com nota máxima, como Pacific Coast Party, por exemplo. Mas deixando a parte ruim de lado, o show foi fantástico. Nunca me imaginei dançando e tocando air guitar tão freneticamente quanto ao lado dos meus amigos ali presentes. E o mais importante é que uma das minhas preferidas canções da banda foi tocada com toda a energia possível: Then the Morning Comes. Essa canção abre com um riff alongado e ótimo logo após uma saudação "Bom dia". O riff prepara um ritmo gostoso em que Steve Harwell canta de forma marota seus versos curtos até que chega numa ponto interessante: "Então aperte o rewind, bem a tempo e agradeça todo mundo. Você fará isso de novo". Aqui entramos no refrão numa subida perfeita em que os backing vocals ganham destaque: "O modo como você anda. É o modo como você fala, não há nada parecido. E todo dia único é um arremesso até que a manhã vem". Com um balanço revigorante não há como não seguir o ensinamento. Faz lembrar que cada dia é único. Cada andar, cada fala são únicos. Cada pessoa é única. Aprecie cada momento, pois são todos preciosos. Logo a manhã chega e o dia terá ido. Você quer ser pego de surpresa pensando em quantos dias viveu sem perceber? Então viva de verdade cada dia e cada momento. Ao som de Smash Mouth é fácil. E com eles ao vivo, possso dizer que apreciei cada segundo com os amigos ;)

Nunca ouviu?

Ouça agora pois logo a manhã chega. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...