Leia também!

Brilhe, diamante louco!

29/05/2012

Sonho conduzido pela música

Depois do épico show do Roger Waters é claro que fica a saudade. Ouvindo os discos do Pink Floyd herdados do meu pai, tento reviver a experiencia irrepetível que foi o show do baixista da lendária banda. Não é possível voltar naquele dia, mas é possível ainda ter momentos únicos ao som do Floyd. Foi o que aconteceu enquanto eu ouvia o disco "Wish You Were Here" de 1975. Segue a letra:




Shine On You Crazy Diamond
(Wright/Gilmour/Waters)

Remember when you were young,
You shone like the sun.
Shine on you crazy diamond.
Now there's a look in your eyes,
Like black holes in the sky.
Shine on you crazy diamond.
You were caught on the crossfire
Of childhood and stardom,
Blown on the steel breeze.
Come on you target for faraway laughter,
Come on you stranger, you legend,
You martyr, and shine!

You reached for the secret too soon,
You cried for the moon.
Shine on you crazy diamond.
Threatened by shadows at night,
And exposed to the light.
Shine on you crazy diamond.
Well you wore out your welcome
With random precision,
Rode on the steel breeze.
Come on you raver, you seer of visions,
Come on you painter, you piper,
You prisoner, and shine!

Nobody knows where you are,
How near or how far.
Shine on you crazy diamond.
Pile on many more layers and
I'll be joining you there.
Shine on you crazy diamond.
And we'll bask in the shadow
Of yesterday's triumph,
And sail on the steel breeze.
Come on you boy child,
You winner and loser,
Come on you miner for truth and delusion,
and shine!

Vamos à andança...

Shine On You Crazy Diamond se tornou uma das mais famosas canções do Pink Floyd, graças a sua aparição na maioria dos shows da banda. Até o lendário disco ao vivo "Pulse" traz uma versão épica dessa bela obra. Porém apenas um lado da música é conhecido. No disco "Wish You Were Here" há duas partes de Shine On, sendo que cada uma tem mais de 10 minutos! Daria pra fazer um disco apenas sobre o Diamante Louco. E loucura na cabeça de Roger Waters, como todos sabem, é o que não falta. A versão mais famosa é a parte 1, que inicia o disco. Entretanto senti uma viagem mais surreal enquanto ouvia a parte 2, que encerra o LP. Mérito da viagem foi, devo confessar, o estado em que eu me encontrava. Não, não era bêbado (dessa vez). Eu estava quase dormindo. Aquele estado de vigília entre o "desperto" e o "sono". Reza a lenda que é uma boa hora para pensar em sonhos lúcidos, pois ainda temos um leve controle de consciência e quando o sono vier, teremos autonomia sobre sua imagem. Não consegui um sonho lúcido dessa vez, mas uma bela viagem no solo frenético de David Gilmour. Um solo totalmente oposto ao resto da canção, um emaranhado suave e inebriante. O solo chega nesse nível acelerado depois de uma longa evolução. Harmonia perfeita que o Pink Floyd, como poucos consegue propôr. Falando em harmonia o solo teria pouco destaque se não fosse pelo baixo de Roger Water igualmente poderoso fazendo uma base. Após a violenta execução do exímio guitarrista, a canção cai novamente na ondulante brisa da canção, conduzida principalmente pelo teclado de Rick Wright. Após mais um belo trecho instrumental, Gilmour declama em sua voz lírica alguns versos que culminam no famoso grito em coro: "Brilhe, diamante louco!" A canção ainda evolui pra um trecho mais rapido - um meio termo entre a tranquilidade dominante e a agressividade do solo inicial - mais uma vez comandada pelo piano de Wright. A música é perfeita e, como num sonho, não se sabe ao certo quanto tempo passou. Dizem que sonhos duram poucos minutos, embora enquanto estamos neles, pareçam horas. Aqui é exatamente isso. Você viaja nos acordes por lugares nunca vistos como planetas distantes ou pequenas cavernas na natureza, encontra seres amorfos de outras dimensões que seguem suas vidas normalmente, percebe cores e luzes fisicamente impossíveis de serem concebidas numa jornada que parece durar dias, talvez meses, até acordar e descobrir que eram apenas alguns minutos desenhados pelo Pink Floyd ;)

Nunca ouviu?

Chegou a hora de brilhar, diamante. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...