Viaje neste blog

O Troco

25/02/2012

A vingança nem sempre é amarga

Assim como o amor, a vingança sentimental é um tema recorrente no universo do rock e do blues. Geralmente esse sentimento de revolta provem de um amor mal resolvido, como é o caso da agressiva If Looks Could Kill do Heart ou a conformada That's the Way Love Is dos Commitments. A canção de hoje trabalha em cima desse sentimento com um blues rock sensacional do Fernando Noronha & Black Soul. Faz parte do disco "Blues From Hell" de 2001. Segue a letra:




Pay Back
(Noronha)

Don't you know what you did?
Don' you even care?
You messed my whole life
Baby, that's not fair

But you gonna pay me back
For the way I did

Gonna find me someone
Who'll treat me nice and kind
Make me feel alright
Most day and night

And you gonna suffer
Just the way I did

Don't you know what you did?
Don' you even care?
You messed my whole life
Baby, that's not fair

But you gonna pay me back
For the way I did

Gonna find me someone
Who'll treat me nice and kind
Make me feel alright
Most day and night

And you gonna suffer
Just the way I did

Vamos à andança...

Fernando Noronha já foi comparado por diversas vezes à ninguem menos que Stevie Ray Vaughan. A influência do lendário guitarrista americano - dentre diversos outros nomes - é clara em todo trabalho da banda de Noronha, mas é muito mais evidente no disco "Blues From Hell". Pay Back é uma amostra disso. Começa com um ferrenho e elétrico riff de Fernando que, juntamente com a bateria esperta de Alexandre Papel, criam um clima agitado e delicioso. Assim como a canção título do disco, essa música liberta somente inspiração e boas vibrações. O tom da letra poderia indicar o contrário: algo como uma dor e revolta de quem saiu machucado do amor, mas na verdade não é. Trata-se simplesmente de uma afirmação de quem sobreviveu ao lado negro da paixão e se tornou mais forte - o que naturalmente acontece. Noronha inicia a canção dizendo enérgico: "Você não sabe o que você fez? Você não tem nem ideia? Você mexeu com a minha vida. Garota, isso não é justo. mas você vai me pagar de volta pelo que eu te fiz". Até aqui a instrumentação vai debulhando ao fundo com Xico Preto mantendo um baixo firme e rápido como pede a cançâo. Entre as estrofes há, entretanto, uma pausa excepcional que prepara o ouvinte para os próximos desabafos. Noronha prossegue: "Vou achar alguém pra mim que vai me tratar gentilmente. Me fará sentir bem, todo dia e toda noite. E você vai sofrer justamente como eu sofri". Temos então mais um dos maravilhosos solos de Fernando Noronha. Sua guitarra destila as notas rápidas e fenomenais enquanto viajamos ao longo de cada corda. Ao término do solo e da canção que repete a letra, saímos mais fortes, mais vivos e recuperados de qualquer dor. É o poder da vingança. Em alguns casos ela pode ser destrutiva. Em outros, como esse, simplesmente libertadora ;)

Nunca ouviu?

Receba o troco agora. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...