Viaje neste blog

Publicidade

Tempo de Natal

22/12/2011

Alegria, amizade e muita música boa à todos

E o Natal chegou mais uma vez. Cada vez chega mais rápido, essa é a verdade. E para celebrar o Natal de 2011 com muita boa energia, trago com exclusividade mais uma pérola do blues. Essa é do meu querido Billy Boy Arnold. Faz parte do seu violento disco "The Dirty Mother F..." de 1977, no qual Arnold é acompanhado pela banda Groundhogs. Segue a letra:




Christmas Time
(Arnold)

Christmas Time is Here
Let's party all night long
I know, i know, you know
Christmas can't last too long

Right now, Christmas is here
Everywhere, everywhere
Dingle bells I hear
Christmas lights everywhere

I know the word is 'Celebrate' baby
Cause it only goes here
Right now, Christmas is here
Everywhere, everywhere

Some people are waiting for tomorrow
Some celebrations let it live
But I won't wait for no tomorrow
Let tomorrow speak for yourself

Right now, Christmas is here
Everywhere, everywhere
Dingle bells I hear
Christmas lights everywhere
I know the word is 'Celebrate' baby
Cause it's only thing to hear

Some people are waiting for tomorrow
Some celebrations let it live
But I won't wait for no tomorrow
Let tomorrow speak for yourself

Right now, Christmas is here
Everywhere, everywhere

Vamos à andança...

Essa versão de Christmas Time já começa com Billy Boy trocando uma ideia com a banda dos Groundhogs. Delicadamente ele sugere um "Da ra dap, da ra. Da ra dap, da ra" pra que acompanhem a levada. Genialmente o guitarrista Tony McPhee constrói em cima da base sugerida por Arnold um riff violento e rápido. Muito menos delicado, porém muito mais inspirador. Seguindo o riff agressivo, Alan Fish monta um baixo potente ao fundo, enquanto a bateria é debulhada por Wilgar Campbell. A instrumentação está pronta. Tinindo de boa. É claro que o Garoto Arnaldo não faria por menos nos vocais. Com sua voz marcante ele começa a descrever o espiríto do Natal, em sua forma mais alegre e festiva - nada parecido com o desalentado e inquisitivo Natal do Jethro Tull. Aqui Billy começa, rápido como a guitarra: "A hora do natal chegou! Vamos festejar a noite toda. Eu sei e eu sei que você sabe, o natal não pode durar por muito tempo". Aqui a base dá uma leve virada e Arnold rasga ainda mais na voz: "Bem agora, o Natal chegou em todo lugar! Ouço os sinos batendo e luzes de natal por todo lado". Não é possível falar sobre Boy Arnold sem destacar o máximo possível suas habilidades vocais, por isso gosto sempre de observar com um sorriso no rosto quando ele estica cada última palavra do verso com um vibrato poderoso. Por exemplo os "Right no-oo-oo-ow" ou "Christmas is he-ee-ee-re". Sensacionais de ouvir. O cara tem tanto controle do fôlego que poderia vencer competições de Apneia tocando gaita de baixo dágua. Tony McPhee ainda nos brinda com um champagne de primeira ao fazer um solo ótimo. O pêssego do tender vem com a melhor estrofe da obra, ond Arnold diz: "Algumas pessoas estão esperando pelo amanhã. Algumas celebrações não vão ajuda-las. Mas eu não vou esperar pelo amanhã. Deixe o amanhã falar por si próprio". Nisso já emenda o ótimo: "Pois bem agora, o natal chegou em todo lugar". Não preciso nem dizer que concordo plenamente com esse bluesman. De natal deixo esse voto e essa lição à todos os meus quatro leitores: Não esperem pelo amanhã pra fazer o que acham melhor ou para serem pessoas melhores. Deixem o amanhã falar na hora certa. Segundo o Caminho do Guerreiro Pacífico, não existem guerreiros no passado nem no futuro, só no presente. A vida é agora. E agora é natal! Alegria, coragem e sucesso à todos ;)

Um abraço e Feliz Natal!


Nunca ouviu?

Ouça agora, não deixe pra amanhça. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...