Mais um livro do Andarilho

Todo dia rola um blues

23/11/2011

A felicidade está na música

Rock and Roll é um estilo musical estrangeiro. A bandas lendárias são, em sua maioria, de países longínquos, do outro lado do mar ou no outro hemisfério. Mas não quer dizer que não há rock lendário brasileiro. Há sim, uma lenda Made In Brazil. Hoje, vamos viajar nesse blues nacional que mostra um segredo simples e verdadeiro. Faz parte do último disco lançado da banda, "Rock de Verdade", de 2008. Segue a letra:




Todo Dia Rola Um Blues
(Vecchione)

Todo dia
Todo dia rola um blues
Todo dia
Todo dia rola um blues

Se estou triste, baby,
Fico alegre na hora

Tem coisas na vida
Que eu não abro mão
Tem coisas na vida
Que eu não abro mão
Passar a noite com você é um tesão

Todo dia
Todo dia rola um blues
Todo dia
Todo dia rola um blues

Se estou triste, baby,
Fico alegre na hora

Não consigo ficar triste,
O blues levanta o astral
Não consigo ficar triste,
O blues me deixa legal

Quando estou com você ouvindo um blues,
A tristeza vai embora

Todo dia
Todo dia rola um blues
Todo dia
Todo dia rola um blues
Se estou triste, baby,
Fico alegre na hora

Todo dia, todo dia rola um blues, rola um blues!
Todo dia, todo dia rola um blues
Todo dia, todo dia, toda hora, toda hora rola um blues
Todo dia, todo dia rola um blues, bluuuues baby
Todo dia, todo dia rola um blues, bluuuues

Todo dia, todo dia, toda hora, toda hora rola um blues
Bluuuuuuuuuuessss

Vamos à andança...

O bom de ter amigos roqueiros é que o assunto nunca acaba. Em muitas das conversas que tive com meus amigos, várias vezes comentamos sobre o poder que uma canção tem sobre o estado de espírito daquele que ouve. Desde que o ouvinte, é claro, esteja entregue à canção de coração. Já vivi várias vezes isso. E, certa vez, meu primo me disse, enquanto ouvíamos um blues: "Não tem como ficar triste com uma música dessa tocando". Mesmo sem saber, meu primo estava parafraseando o Made In Brazil que, com seu blues roqueiro belamente instrumentalizado colocou em melodia e poesia a mesma tese. Nessa canção, o instrumental abre com um solinho rápido, à lá B.B. King que permeia o riff. A menção ao rei do blues não é à toa, afinal ele próprio aprovaria esse blues legítimo. Logo Osvaldo Vecchione começa a cantar com seu jeito sarcástico sensacional: "Todo dia, todo dia rola um blues. Se estou triste, baby, fico alegre na hora". É assim que ele resume o ato de ganhar forças por meio da música. Ou melhor, da boa música, afinal o blues é como vinho - muitos experimentam, mas poucos sabem aprecia-lo. Enquanto recita mais versos inspirados como "passar a noite com você é um tesão", a instrumentação atinge seu ápice com as cordas agudas de Celso Vecchione e um piano enfurecido de Tiago Mineiro. A harmonia é um ponto forte aqui, resultando numa obra sem pontos baixos, ainda mais quando enfatizada por mais uma frase tão boa quanto: "Não consigo ficar triste, o blues levanta o astral". Assim como meu primo percebeu sem ter ouvido essa canção, há poder na música. E com Made In Brazil chegamos perto de desvendar o segredo da felicidade por meio dessa arte ;)

Nunca ouviu?

Coloque esse blues e fique feliz na hora. Escute:

Um comentário:

Renato disse...

Esse virou meu lema!!! rs
Estanho esse poder que a música tem de influênciar nosso estado de espírito.
E essa música é animal.

Gostei da comparação com um bom vinho!

Abraço!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...