Mais um livro do Andarilho

Toda palavra significa não

12/09/2011

E todo o resto quer dizer SIM

Terminei de ler esses dias o excelente livro "O Caminho do Guerreiro Pacífico" de Dan Millman. Com esse fantástico caminho, Millman nos ensina a encontrar a felicidade, não em lugares longínquos ou desejos pessoais, mas em qualquer lugar. A começar dentro de si próprio. Para um Guerreiro, a felicidade está simplesmente em ser. E, em termos musicais, uma das bandas que automaticamente me deixa feliz ao ouvi-la é Smash Mouth. Mesmo quando ela trata de um tema triste. Veja só essa do disco "East Bay Sessions" de 1999. Segue a letra:




Every Word Means No
(Easter)

Watching
For a sound to lead me to
Wherever you go I can't help it
I will always love you

It used to be no words could come between us
Any time was right for secret meetings
It's different now, when you speak
Every word means no
Every word means no

I'm thinking
Of things that never come to life
You're going through some things so shallow
There's nothing to fight

It used to be no words could come between us
Any time was right for secret meetings
It's different now, when you speak
Every word means no
Every word means no

I'm a slave, I'm anything
I haven't lost my way
I'm looking around in directions
'Cause all I ever thought about was you
I never noticed anything but you

Predicting
Puts me down on shaky ground
I keep thinking you're looking at me
Do you want me around?

It used to be no words could come between us
Any time was right for secret meetings
Now and then I forget the rules have changed
You always remind me

That every word means no
Every word means no
Every word means no
Every word means no

Vamos à andança...

Um dos grandes ensinamentos do Caminho do Guerreiro Pacífico é o bom humor. Segundo o autor, seu mestre o ensinou a cultivar a alegria espontânea, a rir das coisas mais simples e a transformar sentimentos ruins em largas risadas. Esse segredo o Smash Mouth sempre dominou e nos transmitiu em músicas alegres, clipes engraçados e colaborações com filmes humorísticos como Shrek e Austin Powers. Essa música, entretanto, traz um tema triste. O narrador e sua amada estão se estranhando, por isso "Agora, quando você fala, toda palavra significa 'não'". É uma canção cover, talvez por isso a diferença do tom entre essa e outras canções do grupo como All Star ou Holiday in My Head. Entretanto o curioso é isso: mesmo com o tema triste, os caras emanam alegria. A presença do Smash Mouth é tão forte, e tão positiva que, por mais que Steve Harwell repita incessantemente: "Toda palavra significa não", para nós soa como: "Tudo significa sim!". Impressionante. Ajuda também o balanço fenomenal do riff de Greg Camp mas a canção é toda conduzida sensacionalmente pelo baixista Paul De Lisle. A levada do baixo ao fundo é altamente viajante. Faz você acordar feliz, andar na rua dançando e atrair olhares curiosos de transeuntes ordinários. Se ao menos eles ouvissem essa música também, iriam entender... As viradas são perfeitas, dando cada vez mais fôlego pra essa nossa dança-mental. Outro destaque são os backing vocals que acompanham o refrão e aparecem suavemente nos versos recitando apenas algumas palavras. Por exemplo, quando Steve diz: "It used to be no words could come between us. Any time was right for secret meetings" ("Parecia que não poderia haver nada entre nós. Cada hora era perfeita para nos reunirmos") os backing aparecem com um poderoso "Woooooow" ao fundo, precisamente perfeitos. Repare. Música pra te fazer feliz. Ou melhor - ainda usando a filosofia do Guerreiro - pra te lembrar de ser feliz ;)

Nunca ouviu?

Não diga não por favor. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...