Mais um livro do Andarilho

Diamante amaldiçoado

09/09/2011

Uma maldição que você vai querer conhecer

O último disco que adquiri dos Black Crowes foi o "Amorica", lançado em 1994. Nenhuma viagem ainda foi gravada sobre esse álbum, tamanha a magnitude do trabalho em questão. Para compensar, trago hoje uma das maiores obras desse disco, cheia de dor e emoção. Não recomendada para pessoas muito sensíveis, caso contrário, elas chorarão por 2 dias e duas noites após ouvir. Segue a letra:




Cursed Diamond
(Robinson/Robinson)

I lose myself
I forget myself
Sometimes I fault myself
I might fight myself

But then I make amends
I freeze myself
Rain on myself
OK, so I stone myself

And I might even find myself
But then again what happens if I do
So unzip my pride
Open me up wide
So I can show this to you

I want to shine for you
I want to sparkle too
Just like a diamond cursed
Well you know it don't get worse
You know that I'll save you time
Your trouble now is mine

Hold me baby
Hold me girl
And I will laugh with you
If you want me to

Roll me in your splendor
I'll envy your surrender
And show you victory

I hate myself
Doesn't everybody hate themselves
I scare myself
Then I tell myself it's all in my mind
So I let the poison go
'Cause I always know
It will be there for me

I want to shine for you
I want to sparkle too
Just like a diamond cursed
Well you know it don't get worse
You know that I'll save you time
Your trouble now is mine

Vamos à andança...

Já destaquei mais de uma vez o poder que Chris Robinson tráz em sua voz. Caso você não conheça, recomendo ouvir Horsehead, antes, para ter uma prévia. Caso você sobreviva, ouça Cursed Diamond depois. Pode-se dizer que o poder de ambas é próximo, entretando Horsehead é alegre, e Cursed Diamond, proporcionalmente triste. Ambas, perfeitas, é claro. Ao iniciar essa pérola de hoje, Chris recita versos suavemente, com muita graça e tristeza equilibradas: "Eu me perdi. Eu me esqueci. As vezes eu faltei comigo mesmo. Eu posso até lutar contra mim mesmo". Percebe-se então um pouco do que se passa com o narrador, amargurado. Ele continua, acompanhado de forma igualmente bela pelas cordas da guitarra de seu irmão, Rich Robinson e por um piano maravilindo de Eddie Harsch. Quando termina então o último verso: "Então eu posso mostrar isso pra você", vemos ao fundo um crescimento absurdo, quase uma progressão geométrica, com a guitarra numa nova distorção, muito mais pesada que agora acompanha, num riff bonito, os gritos de Chris. "Eu quero brilhar pra você! Quero irradiar também, como um diamante amaldiçoado. Bem, você sabe que não pode ficar pior. Você sabe que eu vou poupar seu tempo, seu problema agora é meu também". A canção mistura um pouco de dor, desespero e desamparo, com o riff pesado sempre permeando os belos versos. Rich grita, se emociona, nos emociona e se liberta da dor. Repare como quando o refrão entra, ele parece mais solto, mais livre. Esse refrão é um dos mais inspiradores já gravados, misturando todas as emoções que é possível sentir ao mesmo tempo. Há ainda um solo primoroso de Rich e a instrumentação que sobe e desce é impecável, tão boa que, mesmo sendo triste, entra pra lista de músicas capazes de te fazer sentir-se sobre-humano. O conjunto guitarra mais voz forma um dos maiores momentos dos Crowes, ao lado de By Your Side, por exemplo. Se há uma maldição nesse diamante é a de que você não conseguirá parar mais de ouvir ;)

Nunca ouviu?

Aqui está a maldição bem-vinda. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...