Leia também!

Sem Resposta

08/07/2011

A dor musical de um Beatle

Como falar de Beatles nunca é demais, aqui vai mais uma viagem! Essa obra abre o disco "Beatles For Sale" de 1964 numa das mais tocantes apresentações de John Lennon que, com a ajudinha dos seus amigos, conseguiu montar uma bela obra musical. O tema é triste, mas a viagem vai ser boa, com certeza. Segue a letra:




No Reply
(Lennon / McCartney)

This happened once before,
When I came to your door, no reply.
They said it wasn't you,
But I saw you peep through your window,

I saw the light,
I saw the light,
I know that you saw me,
'Cos I looked up to see your face.

I tried to telephone,
They said that you were not home, that's a lie,
'Cos I know where you've been,
I saw you walk in your door,

I mearly died, I nearly died,
'Cos you walked hand in hand
With another man in my place.

If I were you I'd realize that I
Love you more than any other guy,
And I'll forgive the lies that I
Heard before when you gave me no reply.

I've tried to telephone,
They said you were not home, that's a lie,
'Cos I know where you've been,
I saw her walk in your door,

I nearly died, I nearly died,
'Cos you walked hand in hand
With another man in my place.

No reply
No reply

Vamos à andança...

Não só o tema dessa canção é triste, mas o disco "Beatles For Sale" inteiro tem esse quê melancólico, porém ritimado de forma tão boa que a tristeza se esvai com a música. Essa abertura é prova disso, narrando uma situação triste para um cara apaixonado, porém usando de versos perfeitamente alinhados, uma virada perfeita e uma dramatização emocionante no refrão. A situação citada é aquele resultado de uma briga entre namorados num cenário típico dos anso 60: eles brigam, ela sai com outro cara, e o protagonista tenta à todo custo trazê-la de volta. Se fosse um filme Sessão da Tarde tudo acabaria bem com, provavelmente, o mocinho salvando sua amada das garras do novo pretendente que se revelou um safado interessado apenas em suas curvas femininas. Mas isso não vai acontecer aqui e não agora. Estamos falando de Beatles. Aqui não há fórmulas e a emoção é sincera, seja ela boa ou ruim. A história acaba da mesma forma como começou: "Sem resposta" como entrega o título. O começo não dá nem tempo pra pensar, já entregando a incrível voz de Lennon: "Isso aconteceu uma vez antes, quando cheguei à sua porta: sem resposta. Eles disseram que não era você, mas eu te vi espiando pela janela". Aqui merece uma pausa pra descomunal acelerada no violão, arrepiante. Enquanto isso as vozes dos amigos-cantores se unem: "Eu vi a luz! Eu vi a luz! Eu sei que você me viu, pois eu olhei pra cima e vi seu rosto". Lennon já emenda: "Eu tento telefonar, eles dizem que você não está em casa, é mentira. Porque eu sei onde você esteve, eu vi você entrando pela porta". Novamente aquela pausa pra destacar a virada no violão, dessa vez muito mais emocionante devido aos versos trágicos: "Eu quase morri. Eu quase morri... Porque você anda de mãos dadas com outro cara no meu lugar". Olha isso, meu Deus! Preste atenção no desespero, na angústia... Visualize a cena. É de doer o coração. Novamente somos bombardeados com outra virada, uma nova acelerada no violão, e as vozes se unem mais uma vez pra desabafar: "Se eu fosse você, eu perceberia que eu te amo mais que qualquer outro cara. E eu perdoarei as mentiras que eu ouvi antes, quando você não me dava resposta". Esse trecho merece ser ouvido com apreço. A ira passa e a canção volta a sua melodia suave anterior, mas o eco fica, impotente com os vocais que repetem no fade-out: "Sem resposta... Sem resposta..." Não é Sessão da Tarde isso, mas sim aquele filme que você nunca esquecerá pro resto da vida ;)

Nunca ouviu?

Responde que sim, vai, por favor... Escute:

2 comentários:

Amanda disse...

Falar da MELHOR BANDA DE TODOS OS TEMPOS é meio complicado, porque quando a gente começa num quer mais parar, hehe.. mas ao mesmo tempo é bem simples: os caras foram, são e sempre serão os gênios. Repare que cada álbum é único!!! Eles são únicos! Gosto especialmente do álbum Let it be, mas, é claaaaaaro que como toda beatlemaníaca, acho perfeito todos os trabalhos dos Beatles. No Beatle for sale a canção que mais gosto é What you're doing, mas No reply não abri o disco por acaso não é?! Uma letra de primeira, a delicadeza nos instrumentos, e quem canta faz toda a diferença! Eles puxam a gente pra dentro da canção. É mágico!

Andarilho disse...

Amanda,
What You're Doing é maravilhosa também, dá uma olhada nessa viagem que já foi postada aqui também ;)
Falou tudo, No Reply é mágico e Beatles é único. Não dá vontade de parara de ouvir...
Obrigado pelo comentário! Até mais ;)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...