Leia também!

Eu pertenço à você

21/07/2011

Um sequestro hipnótico e muito bonito

Essa música do Lenny Kravitz sempre me fez viajar. Desde que a ouvi pela primeiríssima vez nunca me cansei dela. Então, em homenagem à vinda do artista pra cá no Rock In Rio, está na hora de registra-la no quadro de viagens musicais com louvor. Faz parte do disco "5" de 1998, o mesmo que contém a clássica Fly Away. Mas hoje a viagem fica por conta de outra canção. Segue a letra:




I Belong To You
(Kravitz)

You are the flame in my heart
You light my way in the dark
You are the ultimate star
You lift me up from above
Your unconditional love
takes me to paradise

I belong to you
And you
You belong to me too
You make my life complete
You make me feel so sweet

You make me feel so divine
Your soul and mind are entwined
Before you I was blind
But since I've opened my eyes
And with you there's no disguise
So I could open up my mind

I always loved you from the start
But I could not figure out
That I had to do it everyday
So I put away the fight
Now I'm gonna live my life
Giving you the most in every way

I belong to you
And you
You belong to me too
You make my life complete
You make me feel so sweet

Vamos à andança...

Para começar essa viagem, o melhor mesmo é falar do grande responsável pelo Sequestro-Mental-Totalmente-Voluntário que vem da instrumentação: a batida. Ou melhor, uma percussão leve com uma batida aguda precisa no piano de brinquedo. É isso mesmo. Sempre no mesmo e preciso timing essa única tecla vai marcando presença, suavemente. Mais à frente há uma virada na canção em que há uma sequencia excelente nesse pianinho, porém até que isso ocorra você vai sendo hipnotizado pela batida única. Enquanto o baixo e a voz de Kravitz vão surgindo você já está em total poder da canção. Não há para onde correr, mesmo que você quisesse. Mas você não quer - eu sei que não. Quer ficar viajando nessa suave e romântica obra até o final. E o amor está firme aqui, com uma bela poesia em forma de declaração - uma das mais bonitas do cantor. Começa em sua voz suave: "Você é a chama no meu coração. Você ilumina meu caminho no escuro. Você é a última estrela. Você me puxa para cima. Seu amor incondicional me leva até o paraíso". Até agora ele apenas sussurrou, compartilhando com o poder da hipnose. Mas depois desse último verso, a instrumentação se torna mais pesada, coma guitarra ganhando vida, e a voz do cantor desabrocha no belo refrão: "Eu pertenço à você. E você... Você pertence a mim também. Você me faz completo, me faz me sentir mais doce". Um absurdo de refrão, ecoante e bonito de ouvir. Precisa falar mais alguma coisa...? O cara é bom ou não? Além disso mais à frente os acordes da guitarra ficam mais rápidos - quase num funk - em que ele emociona com mais um verso de destaque: "Agora eu viverei minha vida dando o melhor à você de todas as formas". Sensacional. Há várias evoluções até o fim, incluindo vocaliações ótimas de Lenny, e mais uma queda que conduz até o fim, apenas pelo sempre presente piano e percussão. Enfim, o sequestrador multi-instrumentista te entrega de volta, mas ficou com você uma Síndrome de Estocolmo Aguda ;)

Nunca ouviu?

Essa música pertence à você agora. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...