Leia também!

[JAM] Não feche seus olhos, ou eu estarei aí

03/04/2011

Uma perseguição surreal pela noite
Por Alan Borges

Olá amigos do Músicas de Andarilho, meu nome é Alan Borges e eu estou de volta pra falar de mais uma grande banda que tive o prazer de descobrir: Dokken! A banda foi formada em 1978 e já vendeu mais de dez milhões de cópias pelo mundo todo. Hoje vou falar de uma música do álbum "Tooth And Nail", de 1984. Segue abaixo a letra:





Don’t Close Your Eyes
(George Lynch)

Somebody's watching me, is it just a crazy dream
Is it my memory, playing tricks on me
Out in the streets in the heat of the city
Here comes the night
Sky's turning grey and black
You knew that you were right

Don't close your eyes
Don't close your eyes or I'll be there
Don't close your eyes
Don't close your eyes or I'll be there

Just a shadow in the dark, you've seen this face before
Is it just a fantasy, is he coming back for more
Out in the alleyways, there is no second chance
Moving up behind you, you've lost the game at last

Don't close your eyes
Don't close your eyes or I'll be there
Don't close your eyes
Don't close your eyes or I'll be there

Somebody's watching me, is it just a crazy dream
Is it my memory, playing tricks on me
Out in the alleyways, there is no second chance
Moving up behind you, you've lost the game at last

Don't close your eyes

Vamos à andança...

Como disse o meu amigo Andarilho há alguns posts atrás, há certas bandas que conseguem criar uma atmosfera perfeita pra uma determinada música. Esse é o caso da banda americana Dokken. Em Don’t Close Your Eyes, você se sente como se estivesse em uma verdadeira perseguição pela rua! A música começa com um riff cortante da Guitarra de George Lynch, logo depois entram todos os instrumentos num ritmo frenético, então a música se acalma e Don Dokken canta os primeiros versos: "Alguém está me observando, seria isso apenas um sonho louco? Seria minha memória pregando peças em mim?" Atente que nestes primeiros versos, Don Dokken canta com certa serenidade, como se estivéssemos no silêncio da noite, mas em contraponto, a bateria permanece pulsante durante toda a música, como se a perseguição continuasse mesmo nos momentos mais calmos. Depois dos dois primeiros versos, entram a guitarra e o baixo arregaçando em uníssono, o vocal de Don também fica mais intenso, a perseguição fica mais perigosa, até que, enfim chegamos ao refrão, o som atinge o seu ápice e nós nos encontramos cara a cara com o perseguidor, enquanto Don dispara: "Não feche seus olhos, ou eu estarei aí"... Uma música com uma atmosfera que só Don Dokken, George Lynch e sua turma conseguem fazer. Altamente recomendado pra quem quer viajar numa noite fria qualquer. Gostaria de agradecer o meu amigo Andarilho pelo espaço pra divulgar essa grande banda, de agradecer a todos os leitores que acompanham esse excelente blog. Pra quem não conhece a banda, fica a dica, ouça os álbuns "Tooth And Nail" e "Under Lock And Key" e, simplesmente... Viaje! Até mais!

Nunca Ouviu?

Você é quem vai perseguir essa. Escute:

Um comentário:

Andarilho disse...

Oooopa, muito obrigado, mestre Alan, por mais uma colaboração sensacional e por apresentar mais uma banda inédita no blog. Dokken é uma banda excelente, com hits, que como esse, fazem a gente viajar no melhor hard rock anos 80! Com ctz mais musicas deles aparecerão por aqui ;)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...