Viaje neste blog

Publicidade

Ainda tenho um propósito à servir

01/02/2011

Nada como ouvir uma música com total disposição à se deixar levar por ela. Quando isso acontece, mesmo que involuntariamente, sua mente vai longe, e uma iluminação geralmente aparece. A última vez que aconteceu comigo foi semana passada ouvindo Santana, um guitarrista que eu nunca botei muito valor, mas que agora está tocando diretamente no meu player. Essa é do "Supernatural", de 1999. Segue a letra:





Put Your Lights On
(Santana)

Hey now, all you sinners
Put your lights on, put your lights on
Hey now, all you lovers
Put your lights on, put your lights on

Hey now, all you killers
Put your lights on, put your lights on
Hey now, all you children
Leave your lights on, you better leave your lights on

Cause there's a monster living under my bed
Whispering in my ear
There's an angel, with a hand on my head
She say I've got nothing to fear

There's a darkness living deep in my soul
I still got a purpose to serve
So let your light shine, deep into my home
God, don't let me lose my nerve
Lose my nerve

Hey now, hey now, hey now, hey now
Wo oh hey now, hey now, hey now, hey now

Hey now, all you sinners
Put your lights on, put your lights on
Hey now, all you children
Leave your lights on, you better leave your lights on

Because there's a monster living under my bed
Whispering in my ear
There's an angel, with a hand on my head
She say's I've got nothing to fear
La illaha illa Allah
We all shine like stars
La illaha illa Allah
We all shine like stars
Then we fade away

Vamos à andança...

Não dava muita moral pro Santana pela sua distorção na guitarra, marca registrada que quase vira uma caricatura, além das músicas excessivamente comerciais. Mas quem disse que comercial é ruim? Desde que bem feito não há problema e a qualidade é equivalente à uma canção surreal-experimental. Santana é campeão em fazer música comercial de qualidade, foi o que descobri recentemente. E acontece que coloquei ele pra ouvir no meu celular justamente na hora que mais precisava. Mais um milagre cotidioano. Veja só: sexta passada foi meu último dia de trabalho na empresa em que trabalhei por 2 longos anos. Depois de tanto tempo, havia chegado a hora de mudar, e deixar um emprego de longa data nunca é fácil, por pior que o trabalho seja. Aliás "pior" é uma palavra difícil, pois ninguém trabalha por tanto tempo num lugar horrível. Trabalha-se tanto tempo sem motivação por estar-se acomodado - o que era, em partes, o meu caso. Mas chegou a hora e resolvi mudar. E no caminho praquele último dia de trabalho, a insegurança lutava contra a tranquilidade semi-inabalável dentro de mim pra tentar dominar meu espírito. Com uma disputa acirrada, a paz deixou-se vencer por alguns rounds, depois de ter vencido tantos outros com a ajuda dos amigos, família e namorada. A luta ia empatada e tudo indicava que, na disputa por pontos, a insegurança ia levar a melhor. Tudo se resolveria no último round. Tudo. Aí que entra o Santana, com a sua Put your lights on, quando eu esperava o ônibus e sol batia no meu rosto, sem me deixar enxergar direito. A cegueira momentânea me fez prestar melhor atenção em outro sentido: a audição, que ouvia de perto os acordes suaves do guitarrista mexicano e a voz do convidado da vez, Everlast, que participava da canção. A voz grave do cantor chamou a atenção, e o seu refrão, tão emocionante, foi o Eye of Tiger que trouxe força pra Tranquilidade finalmente nocautear o medo no último round. O último dia foi excelente, e o primeiro na nova empresa, igualmente bom. O refrão está aqui:

"Há um monstro vivendo debaixo da minha cama.
Sussurrando no meu ouvido.
Há também um anjo, com a mão na minha cabeça,
Dizendo que eu não tenho nada a temer"


Aos que precisarem de algum toque especial em um momento qualquer de necessidade, deixo aqui a canção que pode literalmente "deixar sua luz sair" ;)

Nunca ouviu?

Deixe sua luz sair. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...