Viaje neste blog

Publicidade

Agir naturalmente

16/01/2011

Daqui algumas semanas o blog completará 2 anos de vida, com mais de 200 viagens musicais registradas! Em comemoração antecipada, dei um tapinha no visual do garoto e trago hoje mais uma canção Beatle de primeira pra viajarmos. Essa mais lado-B faz parte do disco "Help!" de 1965. Segue a letra:




Act Naturally
(Morrison/Russell)

They're gonna put me in the movies
they're gonna make a big star out of me
We'll make a film about a man that's sad and lonely
and all I gotta do is act naturally

Well, I'll bet you I'm gonna be a big star
might win an Oscar you can never tell
the movies gonna make me a big star
'Cause I can play the part so well

Well I hope you come and see me in the movies
then I know that you will plainly see
The biggest fool that ever hit the big time
and all I gotta do is act naturally

We'll make the scene about a man that's sad and lonely
and beggin down upon his bended knee
I'll play the part but I won't need rehearsal
all I gotta do is act naturally

Well, I'll bet you I'm gonna be a big star
might win an Oscar you can never tell
the movies gonna make me a big star
'Cause I can play the part so well

Well I hope you come and see me in the movies
then I know that you will plainly see
The biggest fool that ever hit the big time
and all I gotta do is act naturally

Vamos à andança...

Como de costume, todo disco dos Beatles precisava, no mínimo, de uma canção cantada por Ringo Starr e outra por George Harrison. O baterista, então, ficou com a responsabilidade de cantar Act Naturaly, em "Help!", uma canção meio country, que casava perfeitamente com o momento da banda que já flertava com o blues e o country desde o disco anterior, "Beatle for Sale". Ringo com sua voz grave e caricata faz muito bem ao recitar esses versos tristes num ritmo alegre. A letra tem um quê cômico, que no estilo simplório de cantar do baterista deixa à canção ainda melhor. Começa assim: "Eles querem me colocar em um filme. Eles farão de mim uma grande estrela. Faremos um filme sobre um cara que está triste e solitário, e tudo que eu preciso fazer é agir naturalmente". Genial ou não? Haha... Ele continua no refrão, uma virada ainda mais alegre que traz Paul McCartney, excelente como sempre, nos backings: "Bem, eu aposto que serei um grande astro. Posso até ganhar um Oscar, quem diria? O filme fará de mim uma estrela, porque eu posso atuar muito bem". É triste, mas é muito bom: um cara que sabe que fará bem o papel de um homem triste, por que ele naturalmente já é assim. O arranjo em estilo country é impecável, com destaque pra guitarrinha de George Harrison sempre com acordes simpáticos, e o baixo fenomenal de McCartney ao fundo. A percussão e bateria, do próprio Ringo também não deixam a peteca cair hora nenhuma. E para encerrar, fica mais uma estrofe gostosa que, em meio à tragicomédia, ensina a vermos alegria mesmo na tristeza: "Faremos a cena de um homem triste e solitário que cai sob seus joelhos dobrados. Eu atuarei na cena mas não precisarei de ensaio. Tudo que preciso fazer é agir naturalmente". Excelente ;)

Nunca ouviu?

Aja naturalmente e ouça. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...