Mais um livro do Andarilho

Todos foram para O Jardim

18/11/2010

Bem-vindos ao Jardim. Poderia ser o "Jardim Misterioso" ou o "Jardim dos Delírios", mas o Guns N'Roses preferiu acertadamente batizá-lo apenas de "O Jardim". É mais subetivo. Permite uma viagem maior nele. Por isso, hoje iremos viajar nesse estranho e intrigrante jardim que só pode ser acessado ouvindo o disco "Use Your Illusion I", de 1991. Segue a letra:




The Garden
(Arkeen / James / Rose)

You know you're all alone
Your friends they aren't at home
Everybody's gone to the garden
As you look into the trees
You can look but you don't see
The flowers seem to tease you at the garden
Everybody's there, but you don't seem to care
What's it with you man, and this garden

Turned into my worst phobia,
A crazy man's utopia
If you're lost no one can show ya,
But it sure was glad to know ya
Only poor boys take a chance,
On the garden's song and dance,
Feel her flowers as they wrap around,
But only smart boys do without

You can find it all inside
No need to wrestle with your pride
No you ain't losin' your mind
You're just in the garden
They can lead you to yourself
Or you can throw it on the shelf
But you know you can look inside
For the garden

I wasn't really scared
Lost my virginity there,
To a gypsy with blond hair
But now no one seems to care
Like a mouse inside a maze
Wandering round 4 daze
With a smile upon my face,
I never wanna leave this place
Only poor boys take a chance,
On the garden's song and dance,
Feel her flowers as they wrap around,
But only smart boys do without
Turned into my worst phobia,
A crazy man's utopia
If you're lost no one can show ya,
But it sure was glad to know ya
Bye bye
So long, bye bye
It's glad to know ya
Bye bye
Bye bye
Aw...so long

Vamos à andança...

Se tem um tipo de canção que permite viagens extraordinárias é aquele tipo que conta uma história ou descreve um lugar ou pessoa. É o caso de Flying Horses, do Dispatch ou de All Along the Watchtower, clássico de Bob Dylan - para citar apenas duas. Aqui em The Garden o Guns N'Roses vai ainda mais fundo nesse tipo de música. Eles não apenas criam um arranjo altamente envolvente para descrever o macabro Jardim em questão, tão estranho e convidativo quanto um País das Maravilhas, de Lewis Carroll. Além disso, Axl Rose apresenta ninguém menos que o lendário Alice Cooper, que encarna um personagem malígno para cantar o refrão. Fazendo uso de uma voz diferente, Alice canta de forma sarcástica, maliciosa e muito intrigante sobre esse jardim bizarro. Ele praticamente se transforma de forma incrível num bicho do mal, meio que um Goblin ou um feiticeiro nojento que diz um refrão longo, merecidamente retartado na íntegra agora: "Eu nao estava realmente assustado. Perdi minha virgindade ali pra uma cigana de cabelo loiro, mas pelo visto ninguém se importa. Como um rato num labirinto, andando em círculos por dias, com um sorriso no rosto, eu nunca quero sair deste lugar. Apenas garotos pobres tentam a sorte na música e dança do jardim. Eles sentem as flores se enrolando em volta, mas apenas garotos espertos fazem sem isso. Transformado em minha pior fobia, uma utopia de homem louco, se você estiver perdido ninguém pode te ajudar, mas certamente foi um prazer te conhecer". No final ele ainda diz um descarado "bye-bye... so long". Se é excelente só de ler, é mais ainda quando escutada. Há um trabalho de rima excelente no fim de cada verso como em "scare/there/hair/care" e "maze/daze/face/place". Além disso conforme o personagem vai cantando, a guitarra de Slash vai quebrando tudo no fundo, acompanhada de marteladas poderosas da bateria de Matt Sorum (ex-The Cult). Apesar da letra mística a instrumentação trás um Hard Rock de primeira, com até um solo avassalador do grande Slash. Outro ponto bacana é a primeira estrofe, cantada com a voz conhecida de Axl, que conta sobre antes do narrador adentrar o Jardim. Ou seja, essa parte seria uma pessoa normal que após entrar no jardim, se tranforma em outro ser, libertando seu lado mal - ou apenas diferente. Imagino que tudo isso seja uma grande apologia às drogas, sendo o "Jardim" nada mais que o estado "alto" do cara. Bom, ao menos nós ouvintes não precisamos nos drogar pra viajar nessa canção, basta dar o play ;)

Nunca ouviu?

Hora de adentrar O Jardim. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...