Mais um livro do Andarilho

Quanto te vi pela primeira vez, menina, fiquei sem ar

26/10/2010

Pelas últimas postagens é possível averiguar que andei numa onda mais light - musicalmente falando. O que estava em falta por aqui era um Hard Rock Puro Sangue, na verdade. Pois bem, foi justo um Hard Rock dos melhores que me trouxe um lampejo de luz ontem, saindo do trabalho, graças ao brother Ênio que colocou Whitesnake pra tocar enquanto me dava uma carona. A música que tocou faz parte do álbum "1987" meu preferido deles. Segue a letra:

David Coverdale. Frontman do Whitesnake. Foto: Divulgação



Give Me All Your Love
(Coverdale)

When I first saw you baby
You took my breath away,
I knew your name was Trouble
But, my heart got in the way
I couldn't stop myself from reaching out,
I could not turn away

I don't even know your name
An' I can't leave you alone,
I'm running round in circles
Like a dog without a bone
I know the game you're playing
But, baby I just can't let go

So give me all your love tonight,
Give me all your love tonight
I'll do anything you want
Just give me all of your loving tonight

I'll work hard everyday
To love and treat you right
I'll rock you in the morning
And roll you in the night
Any way you want
I'm gonna prove my love for you

So give me all your love tonight,
Give me all your love tonight
I'll do anything you want,
Just give me all of your loving tonight, tonight, tonight

So give me all your love tonight,
Give me all your love tonight
I'll do anything you want,
Just give me all of your loving tonight

So give me all your love tonight,
Give me all your love tonight
I'll do anything you want,
Just give me all of your loving tonight

I am blinded by your smile
And I'm crazy about your walk
I shiver and I shake
When I hear you baby talk
I'm a fool for your loving babe,
Give me all your loving tonight

So give me all your love tonight,
Give me all your love tonight
I'll do anything you want,
Just give me all of your loving tonight

Anything you want from me

So give me all your love tonight,
Give me all your love tonight
I'll do anything you want,
Just give me all of your loving tonight, tonight, tonight

Vamos à andança...

Há uma música dos Beatles chamada With a Little Help from my friends em que eles fazem uma pergunta singela: "Você acredita em amor à primeira vista?" ao que Ringo Starr responde, carismático: "Sim, tenho certeza que acontece toda hora". Beatles são gênios e não contam mentiras. Isso é fato. E já disse aqui que uma das poucas outras bandas que trata o tema "amor" com tanto apreço quanto o Quarteto Fantástico é Whitesnake. Aqui está uma prova disso, mostrando que os Beatles estavam precisamente certos em seu ensinamento acima. Em tom pesado de seu costumeiro e excelente Hard Rock, David Coverdale encabeça essa canção sensacional em que descreve justamente a experiência de tomar um tiro de sniper do Cupido. Falando em tiros, a bateria revigorante inicia distruibuindo vários deles, apresentando um riff de guitarra incrível e a voz de Coverdale, que diz: "Quanto te vi pela primeira vez, menina, você me deixou sem fôlego. Eu sabia que seu nome era Problema, mas meu coração estava no caminho. Eu não poderia deixar te tentar de alcançar, não poderia voltar atrás". Achou excelente? Você tem razão, assim como Whitesnake e como Beatles. Mas ainda tem mais logo na segunda estrofe: "Eu nem ao menos sabia seu nome, e não pude te deixar sozinha. Estou correndo em círculos como um cachorro atrás do osso. Eu sei o jogo que você está jogando, mas, garota, não posso te deixar ir embora". Todos esses versos são cantados com a maestria de campeão de Coverdale, num ritmo sensacional, contagiante e animado. Ao fundo a instrumentação continua mandando ver, com o riff sempre presente e um baixo borbulhante. Ao término dessa última estrofe vem finalmente o refrão - outra bomba no peito: "Então me dê todo seu amor hoje a noite. Eu darei tudo que você quiser, apenas me dê todo seu amor hoje a noite". Impossível ficar apático ao agudo de "I'll do anything you want" que Coverdale solta em determinado momento. Aliás nesse trecho a instrumentação dá uma abaixada e a voz ganha destaque, onde o baixo mantém o ritmo ao fundo. No fim, outro momento único com a bateria destruindo pra encerrar a obra. Impecável. Vista seu colete à prova de balas, se não quiser ficar apaixonado pela canção ;)

Nunca ouviu?

Será amor à "primeira ouvida". Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...