Mais um livro do Andarilho

Dias solitários à milhas de distância

02/08/2010

Tem uma música do Eagle-Eye Cherry que sempre me fez viajar pra longe. Como faz tempo que ele não aparece aqui no blog e como o fim de semana me fez muito bem, vou viajar com ele agora. Essa canção é do segundo álbum dele, de 2001, "Living In The Present Future". Segue a letra:





Lonely Days
(Cherry)

Girl I can't abide
By the rules you laid down in this game
'Cause now I've gone and lost myself in you
One time you catch a ride
And it takes you miles away
There's a chance of never feeling blue

And those lonely days will be long time forgotten
If we could find another way
Now let's contemplate is this time of passion
Strong enough to make you stay
Because I do believe in forever
And forever I will stay
And those lonely days will remain
Miles and miles away

Emotional exile
Is the safest way to play
Gotta take a chance every now and then
Irresistible change of heart
I will guide your way
We could share a life again

And those lonely days will be long time forgotten
If we could find another way
Now let's contemplate is this time of passion
Strong enough to make you stay
Because I do believe in forever
And forever I will stay
And those lonely days will remain

Miles and miles away
Miles and miles away
Miles and miles away
Miles and miles away

Miles and miles away....

Girl I can't abide

Vamos à andança...

Ela começa com calma, tranquila. Traz acordes tão suaves que no começo são quase inaudíveis. Ela acaba com a mesma suavidade, mas no meio cria uma emoção inigualável e altamente viajante. Esse é o Eagle-Eye: capaz de te fazer viajar nos mais altos graus, e te fazer pousar calmamente, como se fosse tudo um sonho, mas que por sorte não é - é real. Ele começa tão tranquilo quanto os acordes: "Menina, eu não posso aguentar, essas regras que você colocou no jogo. Uma vez você pega uma carona que pode te levar à milhas de distância e há uma chance de você nunca mais se sentir triste". Isso é dito num ritmo bastante agradável e aqui há uma virada quase imperceptível pro refrão, onde ele continua: "E aqueles dias solitários, estarão há muito esquecidos, se nós encontrarmos outro caminho. Vamos contemplar esse momento da paixão, forte o bastante pra te fazer ficar". Como se não estivesse excelente ele dá outra virada e agora diz, acompanhado dos backings: "Pois eu sim acredito na eternidade, e pra sempre vou ficar. E esses dias solitários ficarão à milhas e milhas de distância". Nessa primeira vez Eagle-Eye diz sozinho o bonito verso "Miles and miles away". Mas na segunda vez que o refrão entra, esse "Miles away" se transforma numa experiência incrível e emocionante. Os backing vocals crescem acompanhados de uma guitarra absurdamente vibrante que sobe e envolve o coro que não cansa de repetir, liderapor por Chery, "Miles and miles awaaaaay". O solinho entre essa viajada é igualmente maravilhoso, tanto quanto a mensagem que ele quer passar nessa poesia. Tomo a liberdade de traduzi-la resumidamente como: "Vamos fazer valer à pena" ;)

Nunca ouviu?

Ouça antes que passem milhares e milhares de anos. Escute:

Um comentário:

Daniel Jun disse...

nossa mano, fiquei lembrando no show, a banda inteira cantando em coro "miles and miles away miles and miles away", essa parte quase caiu a teimosa lagrima como diz o dono deste blog, saudades desse show hein

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...