Mais um livro do Andarilho

Você está comigo em cada dia, acredite

04/04/2010

Nesse domingo de páscoa, tempo de alegria e renovação, nada como uma música de gratidão. E o mais legal é que vem de uma banda que estou ouvindo bastante ultimamente e caiu como uma luva. E eu começo agradecendo meu bom amigo Felipe (a.k.a. Oasis) por ter me apresentado essa banda sensacional que é o The Kinks. Essa canção é um single de 1968, que também saiu no álbum "The Kinks Are the Village Green Preservation Society". Segue a letra:




Days
(Davies)

Thank you for the days,
Those endless days, those sacred days you gave me.
I'm thinking of the days,
I won't forget a single day, believe me.

I bless the light,
I bless the light that lights on you believe me.
And though you're gone,
You're with me every single day, believe me.

Days I'll remember all my life,
Days when you can't see wrong from right.
You took my life,
But then I knew that very soon you'd leave me,
But it's all right,
Now I'm not frightened of this world, believe me.

I wish today could be tomorrow,
The night is dark,
It just brings sorrow anyway.

Thank you for the days,
Those endless days, those sacred days you gave me.
I'm thinking of the days,
I won't forget a single day, believe me.

Days I'll remember all my life,
Days when you can't see wrong from right.
You took my life,
But then I knew that very soon you'd leave me,
But it's all right,
Now I'm not frightened of this world, believe me.
Days.

Thank you for the days,
Those endless days, those sacred days you gave me.
I'm thinking of the days,
I won't forget a single day, believe me.

I bless the light,
I bless the light that shines on you believe me.
And though you're gone,
You're with me every single day, believe me.
Days.

Vamos à andança...

Quando o Felipe me disse pra eu escutar Kinks alegando ser algo de nível "quase Beatles" confesso que fiquei apreensivo. "Quase Beatles" é um título alto demais. Um tempo depois, ao ler a biografia do beatle John Lennon, verifiquei mais de 3 pontos, onde é citado Kinks como uma referência/concorrência aos Beatles, em determinada época. E agora, depois de muito ouvi-los e viajar bastante, posso dizer: sim, é de nível alto, é "quase Beatles". Só não digo que é mesmo nível, pois estaria indo contra meus próprios princípios. Mas chega perto. Mas agora indo à canção, Days é uma bela amostra do poder desses caras. Ela tem uma poesia limpa, versos num ritmo tão bacana e difícil de achar. Cada "believe me" que Ray Davies solta soa como uma conclusão perfeita para uma métrica impecável. A subida no refrão também é de se destacar. Quando ele diz "Daaaaaays, i'll remember all my life" ("dias que eu me lembrarei por toda minha vida") é revigorante. A instrumentação também não tem um único defeito - talvez apenas a falta de um solo. Mas a viagem é tamanha que nem nos damos conta disso. Graças à batida suave na bateria que ganha vida conforme a música evolui, o pianinho suave com suas notas tranquilas e uma guitarrinha base ótima. É o tipo de música que quem ouve não consegue se sentir triste. Cada "obrigado pelos dias que você me deu" é poderoso demais pra isso. Seguindo ainda um comparativo com os Beatles, essa canção me lembra um pouco a We Can Work It Out. Se você já ouviu, sabe que essa é uma das peças mais bonitas do Fab Four. Dá pra ver o nível dessa maravilha dos Kinks... A letra em tom agradecido à uma pessoa especial que se foi é o que dá a real nobreza à música. Nada como a gratidão, sincera e profunda - sobretudo por alguém tão especial, mesmo que agora ausente. Veja o refrão: "Dias que eu me lembrarei por toda a vida. Dias que não se distingue o certo do errado. Você entrou na minha vida, mas eu soube que em breve você me deixaria. Mas tudo certo, agora eu não tenho mais medo deste mundo, acredite". E meus versos preferidos: "Estou pensando naqueles dias, e eu não esquecerei um único dia, acredite". Sensacional. E eu agradeço à Deus e aos Kinks por essa música que me faz muito bem ;)

Boa Páscoa à todos!

Nunca ouviu?

Me agradeça agora por ouvir ;) Escute:

Um comentário:

Felipe disse...

Meu brother, quem agradece sou EU por esse texto lindo e por essa música FENOMENAL!!!
Fico honrado em ser citado no seu blog fodástico e, de alguma maneira, ter te introduzido ao mundo maravilhoso dos irmãos Davies e cia.
Do caralho!!!
Abraço!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...