Viaje neste blog

Publicidade

Se um olhar pudesse matar

08/03/2010

Como hoje é o Dia internacional da Mulher, nada mais justo que mostrar que elas também marcaram presença no mundo do rock and roll. E uma das bandas lideradas por mulheres que eu mais gosto e respeito é a Heart, das irmãs Ann e Nancy Wilson, formada na década de 70. Apesar de mais conhecida por seu Hit "Barracuda" presente no Guitar Hero e no GTA San Adreass, escolhi uma música que acho mais interessante em termos de "poder". Faz parte do álbum "Heart" de 1985. Segue a letra:




If Looks Could Kill
(Conrad/Garret)

Caught you in the act
Can't put up with that
Messing where you shouldn't be
I wanna hear you say you're sorry
'Cause nobody takes advantages of me

You're messing the mark
Shooting in the dark
I'm pooling the woof from my eyes
Baby don't you push me further
It's gonna hurt if it happens twice

If looks could kill
You'd be lying on the floor
You'd be begging me please, please
Baby don't hurt me no more

If looks could kill
You'd be reeling from the pain
And you'd never lie again
If looks could kill

You're living on the edge
Hanging by a thread
I'm watching every move you make
You don't want to see me anger
So don't you make another mistakes

Love is on the line
I ain't about to be kind
That's a promise and a thread
If I was you, I'd really cool it
Or risk a night you'll never forget

If looks could kill
You'd be lying on the floor
You'd be begging me please, please
Baby don't hurt me no more

If looks could kill
You'd be reeling from the pain
And you'd never lie again
If looks could kill

I was a fool to believe in you
A sucker for every line
I'm a little less blind
Than I was before
I can see right through your design

If looks could kill...

Vamos à andança...

O rock and roll tem uma ligação muito forte com o amor, isso é fato. São incontáveis as bandas que expressaram seu sentimento em meio à guitarras distorcidas e pancadas na bateria. E o mais curioso notar é que a maioria das bandas são formadas por homens. Maz felizmente, contra todas as críticas e opressões algumas mulheres tiveram atitude para se sobressaíram no cenário musical tanto quanto as bandas 100% masculinas. A fama de Joan Jett and the Runaways com seu hino I Love Rock And Roll já é conhecida do grande público, assim como a rainha suprema Janis Joplin muitos anos antes em sua ascensão e trágico fim. Mas Heart é uma banda menos conhecida e espero aqui jogar um pouco de luz em mais essa demonstração de poder feminino no rock clássico. O refrão dessa canção cantado numa voz potente e agressiva de Ann Wilson é inspirador e resume um pouco dessa letra. Ele diz: "Se olhar pudesse matar, você estaria estirado no chão. Você estaria implorando Baby, por favor, por favor não me machuque mais" terminando num ótimo grito "IF LOOKS COULD KILL!". A letra fala sobre a reação revoltada da narradora diante de uma ação mentirosa de seu amado. Os versos são permeados de ameaças e desabafos ("você não quer me ver furiosa, então não cometa outro erro"), mais uma vez destacando a afinadíssima e levemente grave voz de Ann. Mas o riff inicial também mostra que a música promete, permeando as guitarras solo e base numa harmonia sensacional. Outro detalhe incrível é a bateria, com suas viradas destruidoras no refrão. O backing vocal de Nancy Wilson também é emocionante, sobretudo mandando aqueles gritos de "please, please darling, don't hurt me no mooooooore" ao fundo. Em suma, esse é o tipo de música que dá vontade de ouvir no carro, dirigindo na estrada, ou praticando algum esporte pesado. É o tipo de música que te dá mais força de vontade e ânimo. Que multiplica seu poder e melhora seu estado de espírito. Digo isso pois a ouvi pela primeira vez durante uma aula de Boxe, e pude comprovar como, em meio ao cansaço extremo, onde não era possível aguentar nem mais 15 segundos, Heart me fez aguentar mais 3 minutos e 43 segundos - o total do tempo da canção - sorrindo. Tudo isso incontestavelmente graças ao talento das duas mulheres que encabeçam o grupo. Mulheres essas que, de fato, conseguem "matar com apenas um olhar" ;)

Feliz dias das mulheres à todas leitoras.

Nunca ouviu?

Meu conselho é: ouça lutando boxe, mas se não for possível ouça de qualquer jeito. Escute:

Um comentário:

José H. Volpato disse...

Vamos falar a verdade: são as "power ballades", as músicas melosas (mas power, hehe) das bandas que normalmente vendem o disco. Sempre que se fala de Scorpions lembra-se de Still Lovin' You, sempre que se fala de Kiss lembra-se de Forever, de Skid Row lembra-se de I Remember You, de Whitesnake lembra-se de Is This Love, de Aerosmith lembra-se de Dream On, de Guns n' Roses lembra-se de November Rain, de...
-Infernosword

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...