Sobre o Autor

Minha foto

Sou um homem em constante dualidade. Metade de mim queria ser um astro do Rock. A outra metade um monge budista. O resultado disso foi um blog que mistura John Lennon e Jesus Cristo e um livro chamado Heróis e Anônimos.

Mitzi, a rainha do Ping-Pong

26/02/2010

Faz tempo que não mando um Deep Purple aqui. Essa banda, para quem não sabe, está na minha tríade superior musical, composta também por Beatles e Led Zeppelin. Mas o fato é que Purple vinha perdendo lugar no meu player pra outras bandas, mas depois que achei o CD "The House of Blue Light" à venda num sebo por um preço justo (não baixo) ela passou a brilhar como nunca na tríade superior. Esse álbum formidável de 1987 é um dos que traz a chamada formação clássica do Purple, composta por Ian Gillan nos vocais, Richie Blackmore (O Mestre) na guitarra, Ian Paice na bateria, Jon Lord nos teclados e Roger Glover no baixo - a mesma formação responsável por "Perfect Strangers". Não precisa dizer mais nada né. Segue a letra:




Mitzi Dupree
(Blackmore/Gillan/Glover)

Flying to salt Lake city
Seats 3a and b
I was down and needed a window
But in 3a sat mitzi dupree
She said 'hi i am mitzi
The queen of the ping pong
Where you going boy?'
I said 'nowhere'
She said 'i'm moving on'
I thought 'what is this'
I cannot resist
Here she is!
And i've always wanted a girl
With a name
A name like mitzi dupree

She said 'what do you do?'
I said 'i'm a singer in a band'
She said 'ya i'm an entertainer'
Reached out and took my hand
She was going to a mining town
Way up north to do her show
I said 'it must be cold up there'
She said 'depends on who you know'
Oh that look in her eye
I can tell you no lies
I'm just a man
She made me feel like a king in my mind
I love you mitzi dupree

I said 'what is this queen of the ping pong business?'
She smiled 'what do you think?
It has no connection with china'
I said 'oow have another drink'
Well i knew right away
That i'd seen her act before
In a room behind a kitchen in bangkok
And three or four times more in singapore
She may not be the first
But i know she ain't the worst
She was mine but i ran out of time
I miss you, i love you mitzi dupree
My darling mitzi dupree

Vamos à andança...

Quando ouvi esse disco pela primeira vez essa foi uma das músicas que chamou atenção logo de cara. O motivo principal foi a frase título desse post: "Olá, eu sou Mitzi, a rainha do Ping Pong" interpretada numa vocalização estupenda de Gillan. Nisso eu parei pra analisar a letra inteira e percebi que era uma poesia interessante, com um toque do humor inglês da banda. Gillan interpreta a si próprio contando uma história de amor inusitada, entre ele e a auto-proclamada Rainha do Ping-Pong, Mitzi Dupree. Mas que cazzo seria esse negócio de Rainha do Ping-Pong? O próprio narrador pergunta isso, mas só no final. Os dois se conhecem no avião, se apresentam: "Ela perguntou 'o que você faz?' Eu disse 'Eu sou um cantor em uma banda'" aqui, outro show à parte de Gillan. "Ela estava indo para o norte em seu show, e eu disse que poderia estar frio lá em cima. Ela respondeu 'depende de quem você conhece' Oh aquele olhar em seus olhos. Ela me fez me sentir um rei em minha mente". Após essa resposta convidativa, o cantor se declara num emocionante e sincero "I love you Mitzi Dupree". Todos esses versos perfeitamente expressos são acompanhados ao fundo pelo riff sensacional numa pegada mais jazz do guitarrista Blackmore. O riff é tão excelente que nos faz esperar entre voz e guitarra. Mas o crédito todo não vai pra ele, pois - também em pegada jazz - Jon Lord dá um show no teclado, ora em distorção de piano, ora em som de órgão. É realmente incrível ouvir Ian Gillan dizendo "Oh, that look in her eyes, i can tell you no lies..." com o som de piano ao fundo. Impecável. Após essa estrofe Blackmore faz um solo delicado, calmo e emocionante, mas que acelera junto com a bateria e o baixo que acompanham de perto, aí ele caí no riff poderoso novamente e chama Gillan pro desfecho da história que eu, como um tolo, demorei pra entender. "Eu então perguntei, 'o que é esse negócio de Rainha do Ping Pong?' Ela sorriu: 'O que você acha? Não tem nenhuma ligação com a China' e eu disse: 'Ohh, pegue mais uma bebida' Então eu soube imediatamente que tinha visto seus atos antes..." Se você ainda não entendeu basta ouvir mais esses versos, com direito à um grave suave de Ian: "Ela pode não ser a melhor, mas eu sei que ela não é a pior". Incrível o que uma boa banda e que sabe o que faz consegue fazer... Isso incluir transformar uma 'rainha do ping pong' numa canção tão inspiradora ;)

Atualizado em 11/11/2014
Apenas uma curiosidade. 4 anos depois de postar essa canção e depois de visitar a Tailândia, descobri efetivamente o que é esse negócio de Ping-Pong. Trata-se de um show erótico-bizarro onde as performistas expelem bolinhas de ping-pong pela vagina. Desagradável. Mas parece que encantou o Deep Purple ;)

Nunca ouviu?

Essa pode não ser a primeira, mas com certeza é uma das melhores. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...