Viaje neste blog

Publicidade

Enquanto minha guitarra chora delicadamente

01/12/2009

Fim de Semana Musical - Parte 1

Quanta indecisão pra escolher a música pra postar aqui... A banda eu já sabia que ia ser Beatles, devido ao cover inspirador que assisti na sexta-feira. A banda Zoom Beatles (Maccacos) mandou tão bem que me fez viajar em todas as músicas, por isso em homenagem à eles eu estava escolhendo alguma canção que eles tocaram tão bem no rock bar. Por fim escolhi essa maravilha antológica do George Harrison presente no "Álbum Branco" de 1968. Segue a letra:




While My Guitar Gently Weeps
(Harrison)

I look at you all see the love there that's sleeping
While my guitar gently weeps
I look at the floor and I see it needs sweeping
Still my guitar gently weeps

I don't know why nobody told you
How to unfold you love
I don't know how someone controlled you
They bought and sold you

I look at the world and I notice it's turning
While my guitar gently weeps
With every mistake we must surely be learning
Still my guitar gently weeps

I don't know how you were diverted
You were perverted too
I don't know how you were inverted
No one alerted you

I look at you all see the love there that's sleeping
While my guitar gently weeps
I look at you all
Still my guitar gently weeps

I look from the wings at the play you are staging
While my guitar gently weeps
As I'm sitting here doing nothing but aging
Still my guitar gently weeps

Vamos à andança...

Já faz tempo que queria postar essa música aqui, mas me faltava inspiração pra falar de algo tão grande. Essa música é uma daquelas que você ouve e pensa: "estou diante de algo grandioso". Ela causa calafrios e não é exagero. Não conheço um fã de rock que não considere esta música algo realmente incrível. Começa pelo título-refrão, uma homenagem ao instrumento mais característico do rock'n'roll: "Enquanto minha guitarra chora suavemente". Pronto, só por isso já estava bom, mas não contente, o mestre George Harrison, insatisfeito com as gravações de sua poderosa canção, chamou seu amigo, o mestre Eric Clapton pra tocar a guitarra solo. Seria redundante dizer que Eric Clapton fez um solo sensacional e maravilhoso. Acho que a palavra "Eric Clapton" já se traduz em "solo sensacional e maravilhoso"... Além disso Goerge cantou cada verso em sua voz graciosa com aquela emoção misturada entre frustração e paixão, tão vísivel em versos como: "Eu não sei porque ninguém te contou como desdobrar seu amor. Eu não sei como alguém te controlou. Eles te compraram e te venderam". Além disso vale forte destaque para as frases que levam o título, como: "Com cada erro nós certamente devemos ir aprendendo, enquanto minha guitarra chora suavemente". Vale a pena ouvir no final quando ele faz aquela pausa incrível: "I look at you all..." aí a instrumentação continua mandando ver e no timming indescritivelmente preciso ele volta "...still my guitar gently weeps". Esqueci de falar também do pianinho introdutório que apresenta - à altura - a guitarra base que faz seu peso excelente presente na música toda. Falo sério quando digo que têm músicas que as pessoas precisam ouvir antes de morrer. Ainda vou escrever um livro sobre elas e este presentinho dos Beatles com certeza estará entre aquelas mais importantes ;)

Obs: Mais propaganda para os Maccacos, eles mereceram.

Nunca ouviu?

Ouvir essa guitarra chorando suavemente é quase uma bênção. Escute:

2 comentários:

fthomasferreira disse...

Essa música é muito foda, não tem muito o que falar...
Só uma observação sobre o Clapton:
Harrison o homenageia convidando para a guitarra solo, e ao mesmo tempo, Clapton retribui a homenagem usando o timbre da guitar do Harrison na gravação.

É duca demais!

Marina disse...

Eu escutei esse som hoje!! rs

Fe.. me passa por email seu end. Please!!!!

Quero te mandar um cartão postal dos EUA!!

BJO

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...