Viaje neste blog

Publicidade

Garrrota Real

22/10/2009

Acontece bastante isso. Fico um tempinho sem ouvir tal banda, aí ouço de novo e penso: "puta, que sonzeira... como pude ficar um tempo sem ouvir?". Não sei explicar, a música é assim mesmo. Te afasta só pra depois de puxar de novo e multiplicar sua adoração por ela. Aconteceu da última vez com o Cult. Essa é de 1994. Segue a letra:





Real Grrrl
(Astbury)

Free baby
Free baby
Free baby

I shaved my head
Yeah, wiped the sheet clean
Hangman has packed up
I continue to dream

My words are broken
It's not easy to chew
So much unknown
So much is knowing, too

Lost
I'm lost in your shadow
Lost, oh yeah-yeah
I'm lost in your shadow

I explode in your belly
My skull in your hands
You drive me like honey
Across sour taste glands

Free baby
Free again baby
Yeah, semen is pure
It's divine on your vine

Lost
I'm lost in your shadow
And I'm lost, yeah
I'm lost in your shadow

Yeah real girl, you cut through my blues
Yeah real girl, well you're golden to your shoes
You're really, really, really, really, really, really, real, yeah
Yeah real girl
Oh, femme fatal with fur

Na-na-na-na-na...

Let's flow together
Let's come together
Let's swim together
Hypnotize each other

Yeah real girl, you cut through my blues
Real girl, well you're golden to your shoes
Real girl, yeah
Femme fatal with fur

I explode in your belly
My skull in your hands
Drive me like sugar
Across sour taste glands

I shaved my head
Yeah, wiped the sheet clean
Hangman is packed up
I continued every day

Lost, oh yeah-yeah
Lost in your shadow
Lost, oh yeah-yeah
I'm lost in your shadow

I'm lost in your shadow
Lost
Lost
Lost
I'm lost in your shadow

I am lost
I am lost
I am lost

Vamos à andança...

Queria postar sobre essa música faz muito tempo, mas sabe-se lá porque demorei tanto pra colocar ela aqui. Talvez seja um melhor momento agora. Outro dia voltando do treino, tarde da noite de quarta-feira, ouvi esse som do Cult e me inspirei. De novo. A primeira coisa que me atraiu nessa canção foi sem dúvida o título. Lembro claramente quando ouvi esse CD pela primeira vez sem conhecer nenhuma música e essa foi uma daquelas que gostei de cara. Quando vi o nome então... Achei estilosa demais a grafia de "grrrl" por mais sem graça que isso possa parecer. Mas ela é tão única quanto a própria "real grrrl" em questão. Fiquei também pensando em como isso pode ser um elogio tão poderoso e absurdo pra uma menina... Chama-la de "garota real", "garota de verdade". Ele diz: "Garota real, você atravessou meu blues". Isso pra mim é uma demonstração de extrema apreciação. A explosão de Astbury na voz deixa claro. Só não explica se isso é bom ou ruim. Espero que seja bom, pois esses versos são bem profundos: "Minhas palavras estão quebradas, não é fácil mastigar. Muitas coisas desconhecemos. Muitas sabemos também" e assim ele já emenda no emocionante grito "Looooooost" de "Estou perdido na sua sombra". Estes são mais suaves: "Vamos flutuar juntos, ficar juntos, nadar juntos. Hipnotizar um ao outro". A poesia é pesada e confusa, propositalmente, e o ritmo da bateria é preciso e gostoso de ouvir do início ao fim, em todas suas subidas ou descidas, a guitarra de fundo é ótima e acompanha a dor ou admiração do personagem de perto, ainda mais no final, onde ele repete, incansável, que "está perdido" num climáx musical sensacional. É preciso ouvir essa música...E pensar como seria estar perdido na sombra de uma garota real? Imagino que seja tão bom quanto essa música ;)

Nunca ouviu?

Não se perca... Ou melhor, se perca nessa música. Escute:

Um comentário:

Tábata disse...

oie! muito louca essa música hein! adorei... sua andança tbm foi boa!

E acabei me lembrando de uma marca de roupa q eu gostava, chama Cherry Grrrl rsrs comentário inútil, mas td bem ahahaha beijos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...