Leia também!

Um dia eu não terei mais preocupações na vida...

04/08/2009

Mergulhei no blues esses dias. No fundo, no fundo eu sei que não tem som melhor que esse... O blues é a maior expressão do sentimento do homem. É sua forma mais sincera e pura. Fala de amor e de tristeza, dois sentimentos que, por mais estranho que pareça, caminham juntos separados por uma linha muito tênue. E um dos meus blueseiros preferidos é o mestre John Lee Hooker. Essa aqui é quase que um hino do gênero, que já teve inúmeras regravações por outros mestres, e seu refrão é pra mim quase um lema esperançoso. Segue a letra:





Worried Life Blues
(Merriweather)

Oh lordie lord
Oh lordie lord
It hurts me so bad for us to part
But someday baby
I ain't gonna worry my life anymore

So many nights since you've been gone
I've had to worry
My life away
But someday baby
You ain't gonna worry my life anymore

So that's my story
This is all I got to say to you
Goodbye baby I don't care what you do
But someday baby
You ain't gonna worry my life anymore

Oh lordie lord
Oh lordie lord
It hurts me so bad for us to part
But someday baby
I ain't gonna worry my life anymore

Vamos à andança...

John Lee Hooker era o cara. Tudo bem que só fui ouvir falar nele depois que ele já tinha morrido, mas mesmo assim acho o cara um mestre. Seu estilo de música, quase falado é único. Sua voz não poderia ser mais abençoada pra levar uma canção de blues ao ponto mais forte da emoção. Algumas músicas dele são apenas voz e violão, e não há nada faltando, é tudo excelente. Nessa música há um ritmo levado pelo teclado e guitarra fenomenal. A voz grossa dele abre caminho contrastando profundamente com o acompanhamento. Ele chama o Senhor em meio à sua angústia: "Oh meu Deus, oh meu Deus... Me dói tanto, estarmos separados. Mas um dia, querida, você não preocupará mais minha vida". Ele continua a melodia sincera e pesada oferecendo mais detalhes: "Tantas noites, desde que você se foi. Eu tive que me preocupar sozinho. Mas um dia, querida, você não preocupará mais minha vida". Vale lembrar o detalhe na leve alteração da letra por parte de Hooker. Enquanto a original dizia: "Um dia eu não terei mais preocupações na vida" Hooker já foi mais acusatório e direto com a mulher que tirava seu sono à noite: "Um dia você não vai me preocupar mais". Embora em ambos os casos, o motivo seja o mesmo, no primeiro acho que serve mais como um desabafo com tudo que nos preocupa na vida além das decepções amorosas: o dinheiro - ou a falta dele, o trabalho, os filhos, a saúde, a saúde das pessoas queridas, o comportamentos dessas mesmas pessoas e tudo o mais. Acho que diante disso, o pedido máximo que um ser frágil humano poderia fazer à Deus é tornar-se um adepto da ataraxia, ou "não ter mais preocupações na vida", e como um tolo eu acredito que um dia serei atendido. Tudo estará em paz. Mas para Hooker a causa é unicamente o amor, de fato. Um dia, aquela que lhe causou dor não lhe trará mais preocupações, e ele ficará em paz finalmente. E como um tolo ele acreditava nisso. Somos todos tolos, mas se toda tolice do mundo fosse transformada num blues dessa qualidade, aí sim não teríamos mesmo com o que nos preocupar ;)

Nunca ouviu?

Essa é pra aliviar todas preocupações, pelo menos por 3 minutos. Escute:
Sem brincadeira, esse vídeo é um achado. Tem direito até a uma gaita... Maravilha.

Um comentário:

Renato Perazza disse...

Valeu Mestre!! Só um blues mesmo pra salvar o dia.
Ainda espero o dia em que não teremos mais preocupações nessa vida

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...