Viaje neste blog

Publicidade

Foi-se tudo

06/05/2009

Desde que criei este blog tenho em mente que iria manter sempre a linha do rock'n'roll aqui. Já dei umas escapadas aqui e ali com um country ou blues. Mas agora eu vou sair da linha de vez, mas não do conceito. Jack Johnson é um cara que me faz viajar e muito. Talvez tanto quanto os gigantes do rock. Suas músicas me lembram muitas pessoas que marcaram minha vida - algumas delas nem imaginam. Me lembram também da época da faculdade, do começo ao fim. Essa aqui é do terceiro álbum do cantor e surfista: "On And On" de 2003 e é uma das canções dele que mais me faz viajar. Segue a letra:




Gone
(Johnson)

Look at all those fancy clothes
But these could keep us warm just like those
And what about your soul, is it cold?
Is it straight from the mold and ready to be sold?

And cars, and phones, and diamonds rings, bling bling
Those are only removable things
And what about your mind, does it shine?
Or are those things concerned you, more then you time?

Gone going, gone everything, gone give a damn
Gone, be the birds, when they don´t want to sing
Gone people, all awkward with their things, gone

Look at you out to make a deal
You try to be appealing but you lose your appeal
What about those shoes you´re in today, they´ll do no good
On the bridges you burnt along the way, oh...

You willing to sell anything, gone with your hurt
Leave your footprints, we´ll shame them with our words
Gone people, all careless and consumed, gone

Gone going, gone everything gone give a damn
Gone be the birds, when they don´t want to sing
Gone people, all awkward with their things, gone...

Vamos à andança...

Conheci o som do violão desse cara em 2005 graças à um episódio inusitado, onde uma pessoa que, no geral, me trouxe mais experiências negativas do que boas, sem saber me trouxe também o Jack Johnson, e desde então esse cara esteve sempre presente nos meus CD Players, MP3s, celulares e afins (numa escala evolutiva). Sou grato por isso. Como disse um colega meu de trabalho uns anos atrás: "Não há nada melhor do que chegar em casa estressado, cansado e colocar um som do Jack Johnson... Faz esquecer da vida". Ele tinha total razão. Acho que é por isso que gosto tanto das músicas dele. Me fazem esquecer da vida. Na verdade me faziam isso, e agora me fazem lembrar da época que eu esquecia da vida. Tanto melhor. Mas também teve momentos tristes como essa letra que fala sobre as coisas que passam, e como muitas pessoas se apegam a elas e esquecem do que realmente importa. Logo na primeira estrofe: "Olhe todas aquelas roupas espalhafatosas. Mas estas poderiam nos aquecer assim como aquelas. E quanto à sua alma, ela é fria? Saída direto do molde, pronta pra ser vendida?". Profundo. Mas não tanto quanto o refrão: "Foi indo, foi-se tudo. Foi, à toa. Desapareceu como os pássaros, quando não querem mais cantar. Foram-se as pessoas, desajeitadas com suas coisas. Se foram". Se a letra tem um quê de lamento, a voz de Johnson, suave e levemente rouca, mostra o real desalento com o recado. O violão é sensacional, os acordes simples e bem delineados. Perfeito. A percussão é ótima também. O recado é para valorizarmos mais as pessoas que gostamos, e menos as coisas fúteis. Aproveitarmos os amigos e as pessoas que nos querem bem, pois todo o resto se vai. Objetos e coisas passam. Amizade e amor permanecem ;)

Nunca ouviu?

Por sorte a música também permanece. Escute:

3 comentários:

Caio disse...

Boa ecolha e boa música!
Vocêtem bom faro, garoto!

Abraços!

Sarah Oliveira disse...

Olha eu aqui lendo texto de anos atrás... eu disse que ficaria perdida nesse blog.
Estou tendo uma overdose musical esses dias! Mas me conta, tem coisa melhor que uma overdose de Jack Johnson? Não né?!
As músicas dele tem o cheiro do moletom de quem a gente gosta...
Até mesmo em letras com um quê de lamento, como esta.
"Foi indo... foi-se tudo!" Talvez seja melhor assim.
Não ter razões para ficar já é uma boa razão para ir...

Andarilho disse...

Sensacional!! Curti seu comentário e o detalhe do cheiro do moletom de quem a gente gosta. É impressionante como as canções ficam ligadas à pessoas importantes! Ir embora não é triste. É sinal de que estamos chegando em algum outro lugar! Valeu pelo comentário! Tem muita coisa do brother Jack Johnson aqui, e ainda há mais por vir! Beijo!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...