Mais um livro do Andarilho

Meus amigos

04/04/2009

Hoje é a vez de falar dos nossos amigos californianos-pirados-mas-com-um-grande-coração Red Hot Chili Peppers. A banda, apesar de seus problemas com alguns integrantes, é uma das maiores bandas dos anos 80 e 90 (e por quê não de 2000, também) com um repertório avassalador. Esse som faz parte do álbum de 1995 chamado "One Hot Minute". Segue a letra:




My Friends
(Kieds/Flea/Navarro/Smith)

My friends are so depressed
I feel the question
Of your loneliness
Confide... `cause I'll be on your side
You know I will, you know I will

X Girlfriend called me up
Alone and desperate
On the prison phone
They want... to give her 7 years
For being sad

I love all of you
Hurt by the cold
So hard and lonely too
When you don't know yourself

My friends are so distressed
And standing on
The brink of emptiness
No words... I know of to express
This emptiness

I love all of you
Hurt by the cold
So hard and lonely too
When you don't know yourself

Imagine me taught by tragedy
Release is peace

I heard a little girl
And what she said
Was something beautiful
"To give... your love
No matter what"
is what she said

I love all of you
Hurt by the cold
So hard and lonely too
When you don't know yourself

Vamos à andança...

Esse álbum é um dos mais interessantes do que os puristas costumam chamar de "fase antiga e boa do Red Hot", mesmo eu não concordando com essa coisa de "antiga e boa"; acho que o mais justo seria "parte boa 1" e "parte boa 2 tirando By The Way" ;). Essa composição é uma daquelas em que os Peppers buscaram colocar suas emoções e vivências pessoais na música, e que costumou render ótimos resultados (Under the Bridge, Scar Tissue, dentre outras). Fala bastante de amizade, mas com um tom triste, denotando a preocupação do narrador com a própria felicidade de seus amigos, comprometida pelo fato de que eles desconhecem à si mesmos. Resta ao ouvinte debater internamente sobre o motivo de tal aflição, mas o que o narrador deixa claro é que "ama todos seus amigos" e "estará ao lado deles". A idéia que me passa é de que ele já passou por tal situação, superou e está dando uma força aos seus camaradas que estão no mesmo barco agora. A instrumentação é formidável e emocionante, as subidas causam arrepios e o ápice é quando Kieds emenda ao coro a estrofe que merece ser traduzida: "Ouvi uma pequena garota, e ela disse algo realmente bonito: 'dar o seu amor, não importa como', foi o que ela disse". Muito tocante, e parece que é essa lição que o narrador quer nos passar ;)

Nunca ouviu?

Ouça e mande de presente para seus amigos. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...