Viaje neste blog

Fugir

14/04/2009

A maioria das bandas de sucesso têm um ou dois daqueles integrantes que se destacam, fazendo a gente pensar "po, essa banda é boa por causa desse cara". Live não faz parte desse grupo, mas sim daquele em que todos os integrantes estão no mesmo nível - e alto. Aquele grupo em que o conjunto da obra é uma experiência excepcional justamente por cada um ter feito a sua parte com maestria. Essa música faz parte da difícil seleção do álbum "Birds of Pray" de 2003, pois todas as músicas - sem exceção - são fenomenais. Segue a letra:





Run Away
(Ed Kowalczyk)

"Looks like I've lost my will to carry on, my friend" she said
And you can hear it in my whispered cries for love
I need your blissful touch to carry me away again
So can we roll tonight?
Roll through your desert?
Can we start over? And just...

Run away, run away tonight
It ain't no victory, but I don't care
I don't care if it's wrong or right
We can just run away, run away tonight
It ain't no victory, but I don't care
I don't care if it's wrong or right

"Looks like I've lost my will to carry on, my friend", she said
I'm like a posse that's been riding for days
I got the scars to prove that love has had its day and its way with me
So can we roll tonight?
Roll through your desert?
Can we start over? And just...

Run away, run away tonight
It ain't no victory, but I don't care
I don't care if it's wrong or right
We can just run away, run away tonight
It ain't no victory, but I don't care
I don't care if it's wrong or right

This ain't no night to be on your own
You've got to know where you're coming from
To know just where you're going, lord
You've got to know where you're coming from
This ain't no night to be on your own

Run away (run away), run away tonight
It ain't no victory, but I don't care
I don't care if it's wrong or right
We can just run away (run away), run away tonight
It ain't no victory, but I don't care
I don't care, I don't care, I don't care, I don't care
Run away (run away), run away (run away), run away (run away)

Vamos à andança...

A música começa com uma das frases mais tristes que uma pessoa poderia ouvir de alguém próximo: "parece que perdi a vontade de continuar, amigo". Pior ainda é quando esse alguém uma mulher. Ninguém merece ver uma mulher chorando (embora isso aconteça com bastante frequencia). A reação do narrador ao ouvir o desalento da colega soa como uma compadecência mais positiva, e ele sugere que eles "corram por aí, sem se importar com mais nada". Duvido que alguém nunca sentiu uma vontade parecida. De largar tudo e sair pela noite, sem se importar "se é certo ou errado". O famoso "botão do foda-se" tem uma filosofia nessa linha. O igualmente famoso, mas um pouco mais educado "Deixa estar" também (Let it be no original). Todas essas pequenas frases que representam um estado de espírito tão presente em todos nós em alguns momentos são bem representadas aqui por Ed Kowalczyk, com seu vocal magnífico, que vai do grave ao agudo sem perder 1% da qualidade. O violão introdutório e de fundo é estupendo, faz o espírito viajar pro deserto citado na primeira estrofe... Os backing vocais emocionantes e o mais bonito nessa música: um violão-celo que entra logo após o refrão. Causa aperto no coração, dá vontade de voltar pro deserto e correr um pouco mais. Menos emocionante mas bastante agradável é o solo de guitarra; curto, mas poderoso. Já pro final há uma frase interessante: "Você precisa saber de onde está vindo para saber para onde vai" e mais um refrão pra frisar bem na nossa mente: "vamos correr por aí, correr pela noite. Não é uma vitória, mas eu não me importo se é certo ou errado. Vamos correr por aí...". Bom, acho que vou seguir o conselho também, vou nessa ;)

Nunca ouviu?

Se eu fosse rico compraria os direitos dessa. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...