Viaje neste blog

Estou apenas dormindo

09/04/2009

Essa aqui é uma música muito interessante dos Beatles que vale a pena comentar por que ela contém um ensinamento importante, mas que pode passar despercebipo ao menos atentos. É do álbum "Revolver" de 1966, um dos melhores álbuns dos Fab Four - conheço alguns que consideram-no o melhor. Segue a letra:




I'm Only Sleeping
(Lennon / McCartney)

When I wake up early in the morning
Lift my head, I'm still yawning
When I'm in the middle of a dream
Stay in bed, float upstream

Please don't wake me
No don't shake me
Leave me where I am
I'm only sleeping

Everybody seems to think I'm lazy
I don't mind, I think they're crazy
Running everywhere at such a speed
Till they find there's no need

Please don't spoil my day
I'm miles away
And after all
I'm only sleeping

Keeping an eye on the world going by my window
Taking my time

Lying there and staring at the ceiling
Waiting for that sleepy feeling

Please don't spoil my day
I'm miles away
And after all
I'm only sleeping

Keeping an eye on the world going by my window
Taking my time

When I wake up early in the morning
Lift my head, I'm still yawning
When I'm in the middle of a dream
Stay in bed, float upstream

Please don't wake me
No don't shake me
Leave me where I am
I'm only sleeping

Vamos à andança...

Um dos conselhos mais significativos que recebi na vida foi da professora Fanny, na faculdade. Embora eu não tenha dado às aulas dela o merecido comprometimento, lembro bem de quando ela disse essas sábias palavras: "Precisamos nos lentificar, levar a vida com mais calma". É exatamente sobre isso que essa excelente música - e pra mim a melhor do álbum - fala. Apesar do tom humorístico tanto na letra como na própria voz do John Lennon, a poesia passa esse valioso conselho para nós. Observe os versos: "Todos parecem pensar que eu sou preguiçoso. Eu não ligo, acho todos eles loucos. Correndo por aí em tal velocidade, até descobrirem que não é preciso". Pronto. John disse tudo. Por quê nos precisamos correr tanto? Por que fazer tudo às pressas? Por que passar tanto nervoso? Isso não é necessário... Podemos fazer as coisas com calma, o único compromisso é com nós mesmos. Graças à Deus estou conseguindo seguir bem essa lição. Apesar de díficil os resultados são muito bons: mais calma, mais saúde, mais humor. Sigam o conselho dos Beatles: descansem, durmam, sonhem, deitem na grama, olhem pro céu, apreciem o momento de tranquilidade e não de correria. E o mais interessante, os Beatles conseguiram transmitir esse espírito de calma e leveza também na instrumentação: se a guitarra de George faz nossa mente dar um passeio nas nuvens, a bateria de Ringo, se encarrega de não nos deixar descer, sem falar no ótimo baixo do McCartney que, por alguns segundos fica sozinho. Repare em um desses momentos há até um bocejo de fundo. E uma curiosidade: o solo de George está ao contrário. Impressionante como as cordas ao contrário aprofundam ainda mais no clima sonolento e tranquilo. Original, como só eles poderiam ;)

Nunca ouviu?

De preferência deitado na cama com olhos fechados, quase dormindo, escute:

3 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelo post e pelo blog.

Gostei das palavras e realmente vejo que o maior compromisso é conosco, e não com os outros. A nossa prioridade somos nós mesmos, a vida não precisa ser levada loucamente e um dia descobrimos que o que vale é viver com intensidade cada detalhe, cada palavra, cada paisagem, cada céu azul...

Um abraço mlk! Fabio brother

Andarilho disse...

Valeu pelo comentario, sábias palavras ;)

Alex Kessler Affonso disse...

AMO essa música, AMO!!
Sensacional mais uma vez!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...