Mais um livro do Andarilho

A emoção se foi

12/04/2009

King. O Rei do Blues. O mito, o mestre: B. B. King. Ninguém consegue cantar com tanta emoção quanto ele. Ninguém consegue solar de maneira tão delicada e tocante quanto ele. Essa música é de um álbum ao vivo chamado "Live at Kansas City" de 1972, apesar de ter sido gravada dezenas de vezes depois - incluindo uma versão com participação do Eric Clapton e uma com Tracy Chapman. Mas este álbum impressiona pela qualidade das músicas e do som para um show ao vivo. Segue a letra:





The Thrill is Gone
(B.B. King)

The thrill is gone...
The thrill is gone away
The thrill is gone baby
The thrill is gone away

You know you done me wrong baby
And you gonna be sorry someday

The thrill is gone
It's gone away from me
Oh, the thrill is gone baby
The thrill is gone away from me

Although, i'll still live on
But so lonely i'll be

The thrill is gone
It's gone away for good
The thrill is gone baby
It's gone away for good

I know i'll be open armed baby
Just like i know a good man should

You know I'm free now baby
I'm free from your spell
Oh I'm free, free, free now
I'm free from your spell

And now that it's all over
All I can do is wish you well

Vamos à andança...

A emoção se foi. Quem nunca sentiu isso? A emoção indo embora. Um misto de tristeza com conformidade, ou de amor-próprio com desilusão. Principalmente se o assunto é amor, como é o caso nessa música. Aqui a emoção à qual o Blues Boy se refere à de alguma mulher, que outrora fazia seu sangue esquentar e a emoção aumentar. O amor não foi firme e a emoção se foi. O melhor de tudo nessa música é a dor com que ele canta os versos: "The Thrill is gone for good". Faz a gente acreditar que ele ja passou por isso, que sabe do que esta falando... E não duvido que saiba. Muitas pessoas sabem, eu sei. Ele sabe o que é a emoção ir embora e sabe que "deve continuar vivendo, mas agora estará sozinho". É interessante também o verso "Estou livre do seu feitiço". Muitas vezes o amor é comparado à um feitiço - metaforicamente óbvio - e o amor que acaba se parece com essa sensação de que "o encanto se quebrou". Como pode um amor, antes era tão forte, acabar de repente? A resposta está aqui: o encanto se quebrou... Ou como diz o mestre: "A emoção se foi". Há uma leve progressão maravilhosa no final, os trompetes vão aumentando a velocidade, e a guitarra vai acelerando junto, num timming perfeito. Falando em guitarra o solo também diz claramente que a emoção acabou, mas sem palavras, e é pra mim um dos melhores solos de guitarra da história: simples, delicado, triste e emocionante. Só B.B. King mesmo conseguiria passar isso num solo, mas ele não conseguiria sem Lucille, sua fiel guitarra. O amor com essa por sua vez parece que nunca vai perder a emoção, para nossa alegria ;)

Nunca ouviu?

Essencial. Escute:

[Essa não é a versão do álbum, mas é igualmente poderosa]

2 comentários:

Anônimo disse...

Essa música muito já me consolou nos momentos tristes da vida. O BB não precisaria nem citar ao menos uma palavra, porque todo o sentimento que ele demonstra através de sua guitarra é o suficiente pra nos fazer chorar de emoção. Mas complemento a frase do BB King: "The thrill may be gone, but life still goes on!", porque muitas vezes senti a emoção se apagando, mas novas emoções sempre virão.

Abraço,
Renato

Anônimo disse...

Com certeza cara. A emoção vai, mas emoções vêm de volta também. Sábias palavras ;)
Abraço Felipe.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...