Leia também!

A primeira vez

16/03/2009

Em comemoração ao lançamento do novo álbum "No Line on the Horizon" (que eu ainda não escutei!) vou falar hoje do U2, umas banda da qual eu tenho um apreço muito grande, em parte graças ao show de 2006 que eu pude conferir de perto. Aliás, de perto é pouco, pude conferir o show encostado na grade (!) e toquei a mão do The Edge (!) junto com 2 grandes amigos, sendo que um deles precisou até acampar na fila para nos proporcionar um lugar tão bom. Bom chega, vamos falar da música, que faz parte do álbum de 1993 chamado "Zooropa", mas que eu conheci mesmo na coletânea "The Best of: 1990-2000". Segue a letra:





The First Time
(Clayton/Edge/Mullen/Bono)

I have a lover, a lover like no other
She got soul, soul, soul, sweet soul
And she teach me how to sing.

Shows me colours when there's none to see
Gives me hope when I can't believe
That for the first time I feel love.

I have a brother, when I'm a brother in need
I spend my whole time running
He spends his running after me.

I feel myself goin' down
I just call and he comes around.
But for the first time I feel love.

My father is a rich man, he wears a rich man's cloak.
He gave me the keys to his kingdom (coming)
Gave me a cup of gold.

He said "I have many mansions
And there are many rooms to see."
But I left by the back door

And I threw away the key
And I threw away the key.
And I threw away the key.

For the first time, for the first time
For the first time, I feel love.

Vamos à andança...

U2 é uma banda que me acompanhou muito nas caminhadas do dia-a-dia. E também me fez viajar muito, pois suas músicas são envolventes, bem construídas e criam todo um ambiente próprio para que você entre de cabeça nelas e fique por lá um tempo. Se você nunca experimentou faça isso: ouça um CD do U2, qualquer um, de fone de ouvido e de preferência de olhos fechados, relaxando. Depois me conte para quais lugares sua mente foi levada e em quais dimensões. Quando "The Fisrt Time" começa você sabe que já pode esperar algo emocionante com os acordes de guitarra suaves do The Edge. A voz de Bono entra no momento exato, limpa, do jeito que ele bem gosta de fazer nas baladas mais românticas da banda, cantando uma poesia tão bonita quanto arrepiante, sobretudo quando vai chegando no final. Como o próprio título diz a letra fala sobre "a primeira vez". Não, não maliciosamente. Não aqui, numa música tão bonita. É sobre a primeira vez em que sentimos o amor. Seja como na primeira parte, onde é descrita uma pessoa tão especial e amável; ou seja na segunda parte onde é apresentado um irmão/amigo que está sempre ali para ajudar ("Eu gastava todo meu tempo correndo, e ele gastava o tempo dele correndo atrás de mim"), o amor é despertado pela primeira vez. Mas sem dúvida a terceira parte é a mais interessante, onde ele nos conta sobre seu pai: um homem rico com muitas mansões que lhe dá a chave do reino prometido; porém o narrador sai pela porta dos fundos e joga a chave fora. Ele joga a chave fora... Por que ele sente o amor pela primeira vez, e não precisa de mais nada. Quando Bono repetir "And I threw away the key" pela terceira vez e um piano passar a acompanhar a música de fundo, é comum aos mais sensíveis lágrimas tentarem escapar dos olhos, mas eu, como bom "cabra-macho", não deixo elas saírem. Mas que eu sinto o amor, eu sinto ;)

Nunca ouviu?

Cuidado pra não chorar com essa. Escute:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...